Férias de julho: intercâmbio une lazer e estudo

Férias de julho: intercâmbio une lazer e estudo

Atualizado: Quinta-feira, 19 Junho de 2008 as 12

As Férias de Julho também podem ser uma ótima opção para a realização de um intercâmbio cultural e o melhor: sem abrir mão do lazer. Muitos pacotes têm duração de até um mês e incluem o estudo da língua acrescido de atividades extras, que podem ser tanto passeios variados como um outro curso em uma área de interesse. "Normalmente, os cursos de línguas ocupam um período (manhã ou tarde) deixando o outro e os finais de semana livres. Estes pacotes, justamente, propõe uma série de atividades para estes períodos", explica Flávio Crusoé, diretor da BEX Intercâmbio, agência com mais de 15 anos de mercado e que já levou ao exterior cerca de 13 mil pessoas.

Além de desenvolver o idioma, o viajante tem um outro benefício ao realizar um intercâmbio nas férias: o custo. O status de "estudante" proporciona, muitas vezes, passagens áreas, acomodação e passeios mais em conta.

Em um dos destinos mais procurados, os Estados Unidos, a BEX oferece cursos regulares de inglês em Nova Iorque pela manhã e aulas de dança, filmagem, música e atuação, entre outros, na parte da tarde. Um dos pacotes tem duração de duas semanas e é voltado para iniciantes e interessados em filmagem, que inclui 20 horas semanais de aula de inglês e 6 horas semanais de worshops de filmagem. O programa tem início todas as segundas-feiras entre os meses de Junho e Setembro. Para essa opção é necessário o participante ter nível intermediário alto de inglês, mas não é necessário ter experiência em filmagem.

Ainda nos EUA, a BEX oferece curso de inglês na Califórnia (em diferentes cidades) conjugado com cursos ou aulas de basquete, surf, cinema, dança tênis, golf e fotografia. Este programa pode ser acrescido de diversos passeios turísticos adicionais.

Fugindo dos roteiros tradicionais, a agência apresenta ainda cursos de espanhol em cidades como Havana, em Cuba, Guanajuato e Playa Del Carmen, no México, Bariloche e Mendonza, na Argentina, entre outros. Nestes locais, os estudantes podem combinar seus cursos com visitas guiadas a vinícolas, na região de Mendonza, a aulas de tango, salsa, rumba e culinária local, nas demais cidades.

Na Europa, os estudantes têm a opção de agregar aos seus cursos de línguas a aulas de História da Arte, Culinária local, ou ainda opções de tours em cidades como Londres, Milão, Paris e Edimburgo.

A BEX ainda oferece pacotes de estudo de mandarim na China e a exclusiva visita à Casa Branca (sede do poder executivo dos Estados Unidos) no Programa Presidential Class Room.

Postado por: Claudia Moraes

veja também