Festival de Inverno de São Lourenço 40MG41 traz opções de cultura e lazer

Festival de Inverno de São Lourenço 40MG41 traz opções de cultura e lazer

Atualizado: Quinta-feira, 24 Junho de 2010 as 4:30

Conhecida por sediar intensa programação turística envolvendo inúmeros roteiros culturais, ecológicos e rurais, a cidade de São Lourenço, a 518km de Belo Horizonte, realiza a primeira edição do evento que promete aquecer a estação: o Festival de Inverno de São Lourenço. O Festival acontece, simultaneamente, em diferentes pontos do município, no período de 15 a 25 de julho.

Diversas atrações culturais estão programadas no roteiro e moradores e turistas podem aproveitar o mês das férias para curtir o passeio com toda a família. As atrações vão se dividir em diferentes espaços da cidade: nos dois palcos, no Teatro Municipal de Cultura e em suas galerias de arte, no Jardim Japonês do Parque das Águas, no Café Bistrô Pé de Feijão e no Cantinho da Leitura do Parque das Águas.

No Palco Instrumental, na Praça Brasil, o espaço será dedicado a apresentações de dança, shows de orquestras, bandas e músicos nacionais como, o saxofonista carioca Leo Gandelman e os cantores mineiros Wolf Borges, Trio Amadeus, Tunai e Vander Lee, que vão se revezar com artistas da região. No Palco Catedral do Bambu - Parque das Águas, diariamente, às 10h, apresentação musical com clássicos tocados por solistas de piano, violão e ainda grupo de percussão afro. O Festival também dará oportunidade para os novos talentos de São Lourenço mostrarem seu trabalho, através das intervenções em charretes e principais equipamentos turísticos pelas ruas da cidade, tocando os mais diversos instrumentos: violino, flauta e saxofone, todos os dias, às 10h30 e 15h.

As artes cênicas e as atividades circenses também marcam presença no roteiro com apresentações de peças, no Teatro da Fundação Municipal de Cultura e no Parque das Águas. No Parque das Águas, acontecerá exibição ao ar livre de curtas, longas e documentários nacionais, e exposição de 180 redações feitas pelas crianças com o tema A floresta que chora, que estará disponível para visitação a partir do dia 16 de julho até o final do Festival.

Turistas e moradores também poderão vivenciar a experiência artística através de workshops e oficinas como, a oficina de Meio Ambiente e contadores de histórias para o público infantil com os grupos Flor de Luz e Tamanduá Sem Bandeira. Para complementar a extensa programação, todos os dias, um bate papo descontraído com importantes nomes da literatura nacional como, os escritores Affonso Romano Sant´Anna, Marina Colasanti, Sérgio Natureza, Salgado Maranhão, que vão marcar presença no Café Bistrô Pé de Feijão.

Além de toda essa programação intensa, o Festival será o ponto de encontro de quem quer relaxar e descansar. Com o objetivo de entreter e também promover bem-estar para os visitantes, o evento vai contar com o Espaço Zen, no Jardim Japonês, que irá proporcionar momentos de calma e muita tranquilidade, com suas aulas de Yoga, Tai Chi Chuan, massagens, e oficinas de Feng Shui.

E já que a ordem da vez é cuidar da saúde, no mesmo espaço, o público poderá fazer consultas de oráculo e iridologia, ciência que avalia as condições de saúde do paciente através da análise da íris dos olhos, diagnosticando distúrbios e tendências a certas doenças. O Espaço Zen vai funcionar nos dias 17, 18, 24 e 25 de julho, sempre às 9h.

Cartão postal da cidade, o Parque das Águas é famoso por suas águas de valor medicinal. Em meio a uma vegetação nativa, que compreende centenas de espécies vegetais, inclusive orquídeas raras e um Pau-Brasil, este será um dos cenários do Festival, que vai abrigar apresentações de diversos estilos musicais - do popular ao clássico. E no intervalo entre um show e outro, o público poderá tomar banhos de água mineral, cuidando da saúde do corpo e da mente.

veja também