África do Sul recebeu turistas de alto poder aquisitivo durante a Copa

África do Sul recebeu turistas de alto poder aquisitivo durante a Copa

Atualizado: Sexta-feira, 20 Agosto de 2010 as 10:45

A maioria dos turistas estrangeiros que foi à Copa 2010 tem renda e escolaridade altas, é solteira e permaneceu, em média, 17,6 noites na África do Sul. O perfil desse visitante foi traçado por uma pesquisa contratada pelo Ministério do Turismo para subsidiar o planejamento para a Copa 2014, no Brasil.

Entre os dias 12 de junho e 2 de julho, a Fundação Getúlio Vargas entrevistou 4.837 pessoas de 69 países em nove cidades sul-africanas atraídas exclusivamente pela competição. A maior parte da amostra é formada por europeus, norte americanos e sul-americanos.

Do total, 83% são homens, 60% solteiros e somente 86% concluíram, no mínimo, o curso superior. Ainda segundo a pesquisa, 87% pagaram a viagem com recursos próprios e gastaram em média R$ 11,4 mil, sem contar as despesas com passagem. “Os números revelam o potencial da Copa de atrair um turista de alto poder aquisitivo e disposto a gastar, um turista que interessa a qualquer país do mundo”, afirma o ministro do Turismo, Luiz Barretto.

A pesquisa revela que cada turista visitou, em média, 3,8 cidades sul-africanas. “Essa mobilidade deve ser considerada por todas as cidades brasileiras e, principalmente, pelas que estão situadas entre cidades-sede, que têm grande chance de se beneficiar com o trânsito de estrangeiros e brasileiros pelo país no período dos jogos”, diz Barretto. O MTur estima que 600 mil estrangeiros e três milhões de brasileiros circularão pelo Brasil durante os 30 dias da competição.

veja também