Gastos de turistas durante a Copa no Brasil

Gastos de turistas durante a Copa no Brasil

Atualizado: Quinta-feira, 22 Setembro de 2011 as 12:27

Os gastos dos turistas que visitarem o Brasil durante a Copa do Mundo de Futebol de 2014 devem superar o registrado na África do Sul em 2010. A previsão é da sócia da Grant Thornton Brasil, Madeleine Blankenstein.

Estudo da Grant Thornton África do Sul sobre os impactos da Copa 2010 na economia sul-africana revela que, durante a Copa, aproximadamente 350 mil visitantes estrangeiros gastaram US$ 1,1 bilhão no país, resultando em um impacto econômico na ordem de US$ 2,5 bilhões.

“No Brasil, a Copa se dará em um maior número de cidades e isso é um dos fatores que devem fazer com que os gastos dos estrangeiros no Brasil sejam superiores aos da África do Sul (…) Os brasileiros devem esperar expansão econômica igual ou superior à registrada naquele país”, diz Madeleine.

Outros números

Ainda conforme o levantamento, na Copa de 2010, os gastos com cartões apresentaram elevação de 55% e as vendas no varejo registraram crescimento de 7,4% no período. A média de ocupação dos hotéis aumentou 61%, enquanto que a ocupação cresceu 18%.

A indústria de Alimentos e Bebidas teve expansão de 10,4%, sendo que o mercado de cerveja, sozinho, apresentou elevação de 12%.

Investimentos

De acordo com Madeleine, o Brasil deve mirar-se no exemplo da África do Sul e investir em comunicação para a Copa de 2014.

Para ela, já é possível notar, por parte da iniciativa privada, um esforço para melhorar a infraestrutura dos estabelecimentos, como é o caso dos hotéis. Entretanto, alerta, de modo geral, ainda é necessário investir em comunicação, já que o inglês não é uma língua popular no Brasil, como é na África do Sul.

“Ainda é preciso investir em comunicação, pois o brasileiro, em geral, não fala inglês (…) No mais, no comércio, por exemplo, os lojistas devem preparar os estoques, tanto no que se refere a produtos específicos de Copa, como naqueles voltados aos turistas, como o artesanato local”.

veja também