Governo de SE dá continuidade à reforma do Balneário de Salgado

Governo de SE dá continuidade à reforma do Balneário de Salgado

Atualizado: Quarta-feira, 19 Agosto de 2009 as 12

A reforma de reestruturação do Balneário de Salgado (SE) já está no segundo mês. Atendendo a uma demanda da própria comunidade de Salgado, cidade localizada a 53 km de Aracaju, as obras iniciaram em julho deste ano, quando os processos licitatórios foram encerrados. Para concretizar a reforma, o Governo do Estado está investindo R$ 473.881, 00.

Fundado em dezembro de 1978, o Balneário de Salgado foi durante a década de 80 um importante centro turístico da região, uma vez que suas águas de composição magnesiana e outros elementos possuem propriedades curativas no tratamento de doenças intestinais ou de pele.

Com uma área de aproximadamente 31,3 mil m², o balneário possui duas piscinas, um pequeno centro administrativo, uma quadra poliesportiva e uma área destinada ao restaurante. As reformas iniciaram o gradeamento de parte da área. As pinturas e demais acabamentos dos banheiros-vestuários e salas do centro administrativo estão em fase de conclusão. A Cehop (Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas) foi responsável pelo processo de contratação da empresa encarregada das reformas. O acompanhamento das obras está sendo feito tanto pela Cehop quanto pela Emsetur (Empresa Sergipana de Turismo).

Para o presidente da Emsetur, José Roberto de Lima, o investimento ajuda a otimizar o turismo no estado. "O Balneário de Salgado permitirá desenvolver tanto o turismo interno quanto o turismo de outros estados, já que este sempre foi um importante produto turístico de Sergipe".  O gestor também concorda que há outras potencialidades para o Balneário. "Creio que não só na área de esporte e lazer, mas também em trabalhos de educação ambiental", comenta José Roberto referindo-se à bela área do bosque de matas ciliares e mananciais de águas magnesianas.

Proprietária de uma lanchonete de um posto de gasolina bem na entrada da cidade de Salgado, Rita de Cássia demonstrou satisfação ao receber a informação do andamento das reformas do Balneário. "É bom para o turismo e para o comércio. Antes vinham muitas pessoas de toda a região, muito jovens. Conheci meu marido veraneando aqui em Salgado". A dona da lanchonete também acredita que a reabertura do Balneário poderá recuperar a movimentação da economia da região. "Naquela época, dia de domingo era tanto movimento que eu não saía daqui. Muita gente alugava casa e tinha até gente que vendia biquini".  

O gerente de Equipamentos Turísticos da Emsetur, Paulo Mendonça, é quem está acompanhando o andamento das obras.  O funcionário foi responsável também por organizar um mutirão de limpeza da área coordenando os 12 funcionários da Emsetur do quadro administrativo do balneário.  "Compramos foices, carrinhos de mão e outros materiais, através da Emsetur e dividimos o pessoal em duas equipes e começamos a limpar toda a área", explicou o gerente.

Apoiando-se no cabo do gadanho, o funcionário Paulo Roberto Dantas dá uma pausa no trabalho para comentar as mudanças da área. "Cortamos e limpamos toda área perto da piscina e aqui no bosque. Já dá uma satisfação ver a diferença", afirma. Parceiro de trabalho na limpeza, o funcionário João Alves Souza, relembra os tempos em que o Balneário estava em plena atividade. "Tinha domingos aqui que chegavam 25 a 30 ônibus. Vinham pessoas de Recife, Salvador, Maceió. Vai ser muito bom se o local começar a funcionar".

veja também