Havaí celebra 75 anos de sua camisa símbolo da descontração

Havaí celebra 75 anos de sua camisa símbolo da descontração

Atualizado: Segunda-feira, 4 Julho de 2011 as 10:19

O Havaí comemora 75 anos de existência da sua famosa "aloha shirt", ou camisa havaiana, nesta sexta-feira, 1º de julho. A icônica camisa é símbolo do estilo de vida descontraído e tropical das ilhas do Estado norte-americano.

Apesar de ser difícil na verdade estabelecer uma data para a moda, o comerciante Ellery Chun, de Honolulu, capital do Havaí, registrou uma marca a respeito em 1936.

Existem diferentes versões sobre a origem da camisa havaiana. Alguns dizem que foi inspirada nas camisas usadas pelos imigrantes filipinos, ou pelos elegantes quimonos japoneses, ou ainda os coloridos padrões taitianos.   Outros dizem que a vestimenta tem raízes que remontam ao uso do tecido kapa, produzido a partir de certas espécies de árvores e arbustos. O material é usado em ilhas do Pacífico, e elaborado batendo e tingindo a casca das árvores.

Mas a origem certa da famosa camisa continua sendo um mistério.

EXPANSÃO DA MODA

Até o final da década de 1920 --ainda antes da data atribuída popularmente ao surgimento da camisa-- e começo da seguinte, a moda das camisas com coloridos desenhos expandiu-se dos comerciantes asiáticos e costureiras em Honolulu (capital do Havaí) aos alfaiates e modistas, criando um novo estilo de roupas coloridas.

O Havaí surgia como um paraíso para os turistas e aos visitantes que chegavam em barcos adoravam as dançarinas de hula ao ritmo do ukulelê, os garotos surfando nas grandes pranchas de madeira e as camisas havaianas coloridas e folgadas.

Duke Kahanamoku, conhecido surfista do Havaí e campeão olímpico de natação, foi o primeiro e mais entusiasta promotor da camisa "aloha shirt".

A era moderna da camisa havaiana começou nos anos de 1960. Em 1966 nasceu a "Aloha Friday" --sexta-feira da "Aloha", termo que significava originalmente paz, amor ou afeição, mas que passou a ser usada em inglês como um olá ou tchau.

O dia foi precursor da "sexta-feira casual", e empresários impuseram a moda de vestir camisas havaianas no trabalho. Até o final da década, já se tinha adotado seu uso da dia a dia como parte da etiqueta de trabalho.

Hoje há camisas havaianas para cada ocasião. E continuam sendo um símbolo de um estilo de vida havaiano descontraído e supostamente até elegante que se espalhou pelo mundo.    

veja também