Hotel de luxo em Cuzco ocupa mosteiro de 1595

Hotel de luxo em Cuzco ocupa mosteiro de 1595

Atualizado: Terça-feira, 19 Janeiro de 2010 as 12

Cuzco se destaca como um dos principais destinos de mochileiros de todo mundo. Mas, por trás de todas as ruinas e trilhas, no coração do centro histórico, fica um dos mais sofisticados hotéis da América do Sul: o Hotel Monastério Orient-Express.

Construído em 1595, o Monastério (mosteiro) é um patrimônio histórico nacional preservado pelo governo. A arquitetura é de estilo barroco, onde suas paredes pintadas por alguns dos melhores alunos da Escola Cusquenha de Artes mantém o charme dos tempos de colônia espanhola.

Sua localização é perfeita. A duas quadras da Plaza de las Armas, o hotel fica próximo de praticamente quase todos os principais museus, monumentos históricos e restaurantes da cidade. Portanto, se prepare para caminhar. E se tratando de uma altura de 3,4 mil metros acima do nível do mar, alguns passos podem fazer diferença. Cuzco é uma cidade marcada por ladeiras e pelos efeitos da altitude. Para diminuir as consequencias do rarefeito nos hóspedes, o Hotel Monastério oferece quartos enriquecidos com oxigênio. O gás é lançado 24h por dia garantindo o bem-estar, principalmente, na hora de dormir.

Seus 126 quartos são divididos em três tipos, mais a suíte presidencial. A decoração é toda baseada nos estilos modernos e clássicos espanhóis enquanto a vista pode ser dos coloridos telhados de Cuzco ou dos belos jardins internos do hotel. No Deluxe Room, cada quarto possui seus próprios caprichos arquitetônicos, enquanto todos os Junior Suítes possuem dois andares com sala de estar. O Royal Suítes é os mais completo dos três, contendo, entre outras coisas, terraço próprio e banheiro feito a mármore.

Cuzco também é conhecida pela sua excelente gastronomia e, por isso, o Monastério não ficaria para trás. O El Tupay se destaca pela qualidade da refeição matinal. Estão incluídos pães, frios e frutas frescas, além do exclusivo café da manhã Japonês, com salmão, chá verde e sopa de miso. De noite, os pratos principais ficam por conta da culinária tradicional peruana. Já o Illariy oferece o melhor da gastronomia internacional preparada pelo chefe Marco Albán. Se o tempo ajudar, é possível almoçar no pátio interno principal. Reservas são recomendadas.

A bebida tradicional dos peruanos é o Pisco. No colonial Lobby Bar, essa água ardente feita a partir da uva pode ser degustada em diversos coquetéis -mas o destaque é para o Pisco Sour. Durante o dia, o bar oferece chás feitos da folha de coca que ajudam a lidar com a altitude. Para terminar o dia, a diversão fica por conta dos shows de música folclórica.

Agência Andrés Bruzzone Comunicação

Especial para Terra

veja também