Itú, a cidade dos "exageros"

Itú, a cidade dos "exageros"

Atualizado: Quinta-feira, 11 Agosto de 2011 as 10:38

A cidade é um atraente passeio pela história política e artística do Brasil, Itú ficou conhecida como a "Cidade dos Exageros", mas exagero mesmo é sua cultura, natureza e sua gente.

”No município de Itú está sendo montado, faz algum tempo uma ótima estrutura turística que oferece além dos já importantes acervos da história contemporânea do Brasil, muitos hotéis, vários campings, mão de obra "super especializada" e barata, turismo rural com práticas de esportes radicais, centro comercial, facilidade de acesso aos principais pontos históricos, proximidade da capital...” comenta Rafael F. de Oliveira, que trabalha no apoio a recepção num dos maiores e melhores hoteis da região.

O orelhão de Itú

  É um dos principais pontos turísticos da Estância Turística de Itú, e um dos responsáveis pela fama da "cidade onde tudo é grande". O Orelhão foi cedido pelo ex-ministro das Comunicações, Higino Corsetti, e instalado pela Companhia Telefônica na Praça da Matriz. Homenageado com um banquete na cidade, ele encerrou seu discurso com as seguintes palavras: "O Brasil é grande, mas eu sei que Itú é maior. E a Telesp não podia deixar de instalar, na cidade um orelhão à altura da sua fama", com sete metros de altura. No começo os habitantes da cidade duvidaram que a Telesp poderia instalar um orelhão gigante na cidade, mas isso aconteceu. Feito na mesma fábrica que produzia os orelhões comuns, nasceu o "Orelhão de Itú", instalado num poste do jardim da matriz, atraindo a curiosidade de turistas e visitantes.

Em restaurantes são servidos pratos exagerados, os presentes que se compram naquela cidade são sempre em tamanho maior, sua característica é o exagero.Quem vai para Itú não traz uma mera lembrancinha, acaba trazendo um "presentão" para os amigos ou familiares.É um passeio divertido, crianças adoram.

  Por Larissa Lessa Com informações de Revista Turismo

veja também