Já é hora de planejar a viagem do final do ano ou é melhor esperar

Já é hora de planejar a viagem do final do ano ou é melhor esperar

Atualizado: Quarta-feira, 24 Agosto de 2011 as 10:33

  SÃO PAULO - Para quem tem dúvida se deve começar a planejar a viagem das férias do final do ano ou deve esperar a crise acalmar, não perca tempo. De acordo com a Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), o momento é ótimo para fechar negócios com relação a viagem de férias para este fim de ano.

Segundo Marco Ferraz, presidente da Associação, a crise não teve impacto negativo nos preços das passagens ou pacotes de viagem. Muito pelo contrário. No que diz respeito às viagens internacionais, a crise só fez baixar os preços devido ao câmbio.

Desde maio, as empresas de turismo disponibilizaram pacotes promocionais para as viagens do final do ano e, segundo Marco, no mês de agosto mais da metade destes pacotes já estão vendidos.

Comprando estes pacotes com antecedência o consumidor consegue, em média 30%, de desconto; já se deixar para comprar de última hora, poderá pagar muito mais caro.

“Quando acabar esta cota, a venda de pacotes remanescentes poderá custar muito mais caro. Um pacote de R$ 2 mil, por exemplo, pode sair por R$ 3 mil a R$ 3.500 se não for comprado com antecedência”, diz Marco.

Destinos indicados

Com relação ao custo-benefício, Marco diz que os destinos internacionais mais indicados são: Caribe, EUA e Europa. “O turista que vai para a Europa está aprendendo a optar por conhecer dois ou três países com mais tempo ao invés de conhecer seis ou sete em períodos menores. É muito mais econômico”, explica Marco. Já nos destinos nacionais, os pacotes para o Nordeste do País também estão na cota disponibilizada pelas operadoras de turismo, sendo assim o roteiro mais indicado para quem quer economizar.

Cuidados

É preciso planejar as viagens internacionais com antecedência não só pela economia, mas também para ter tempo para organizar a documentação necessária, como a solicitação de visto que, nesta época do ano, não sai com menos de dois meses.

Para quem não tem passaporte ou precisa renovar, Marco explica que o tempo de espera é de aproximadamente 15 dias - podendo ser muito maior em algumas localidades.

Outro cuidado importante, segundo Marco, é verificar se o destino para o qual você deseja ir não exige alguma vacinação específica, como contra a febre amarela, exigida em alguns países como Índia, Arábia Saudita, Bolívia entre outros.

Pais ou mães que vão viajar sozinhos com o filho menor precisam de autorização do outro registrada em cartório. “Todos esses são procedimentos simples que as agências passam na hora de adquirir o pacote, mas muitas vezes os turistas são barrados nos aeroportos porque esquecem de realizar tais procedimentos”, afirma Marco.

veja também