Japan Airlines declara falência e anuncia programa de recuperação

Japan Airlines declara falência e anuncia programa de recuperação

Atualizado: Terça-feira, 19 Janeiro de 2010 as 12

No title A companhia aérea japonesa JAL (Japan Airlines), a maior do continente asiático, apresentou, nesta terça-feira, um pedido de concordata em um tribunal de Tóquio, de acordo com a lei local de Reabilitação Corporativa, informou a agência "Kyodo". A companhia já acumulava um total em dívidas de 2,3 trilhões de ienes (US$ 25,4 bilhões) até o final de setembro.

A concordata é um recurso legal que empresas utilizam quando não conseguem mais pagar suas dívidas para continuar em atividade. O pedido de concordata durante o processo de falência permite manter a empresa em funcionamento. Na falência, cessam todas as atividades da empresa.

De acordo com agências internacionais, a companhia continuará seus serviços devido ao apoio de quase 1 trilhão de ienes (US$ 11 bilhões) de um fundo japonês, apoiado por recursos do governo e voltado a resgatar empresas, que informou que vai apoiar a empresa aérea.

Mesmpo assim, a empresa deverá passar por uma grande reestruturação sob novas administração e conselho. A JAL já foi socorrida pelo governo três vezes nos últimos dez anos.

Está previsto que, devido à quebra, as ações da JAL deixem de ser negociadas. Em uma semana os títulos perderam 90% de seu valor, alcançando uma capitalização total de apenas US$ 150 milhões, o preço de um Boeing 787.

As informações são das agências "Reuters", "AFP" e "EFE", e do site "G1".

veja também