Livro ilustrado mostra Caribe da cultura crioula e de influências europeias

Livro ilustrado mostra Caribe da cultura crioula e de influências europeias

Atualizado: Terça-feira, 1 Fevereiro de 2011 as 1:09

Alvo de interesse de potências marítimas ao longo da história, as inúmeras ilhas do mar do Caribe já foram cenário de disputas entre Espanha, França, Inglaterra e Holanda. Passadas as escaramuças, elas tiveram que sobreviver ao impacto da invasão da cultura europeia e ainda ao boom do turismo em busca de raras belezas. O livro "Caribe" (Manole) faz um passeio por várias destas ilhas que misturam tradição africana e costumes europeus a maneira dos Trópicos.

Entre o norte e o sul do continente americano, este vasto arquipélago passa a ideia de que são muitos os paraísos na Terra. A diversidade da paisagem inclui vulcões extintos, florestas tropicais, cadeias de montanhas, vales de plantios de frutas e cana-de-açúcar, praias paradisíacas, águas cristalinas. Riquezas naturais que, no passado, instigaram a cobiça-- sabe-se que de Cuba, Haiti, República Dominicana, Jamaica, Porto Rico, saíam grandes cargas de ouro em direção à Europa.

Mas a questão da diversidade no Caribe vai além das belezas da natureza. Nos tons de pele, na arquitetura, na religião, nos costumes, na língua. De ilha a ilha, as diferenças são visíveis. Segundo o livro, os 30 milhões de habitantes da região são um caldeirão de várias raças, sendo a negra a mais fortemente marcada. Trazida da África como escravos para o trabalho nos plantios de cana-de-açúcar, esta parte da população contribuiu com o que hoje conhecemos como "cultura crioula".

A presença europeia é, no entanto, mais notada nas capitais. Por exemplo, território da Holanda, a bela Curaçao pode ser vista como uma Amsterdã em miniatura, com suas fachadas pintadas em tons pastéis. Em Barbados, as casas e jardins têm estilo inglês e a população, grande fã de cricket, faz seu ritual do chá da tarde como na Inglaterra. Em Martinica e Guadalupe, as pessoas falam francês, usam o Euro, e o visitante se sente como em solo francês em águas tropicais.

Mistura excepcional de diferentes terras e influências, o Caribe tem a receita justa para este saboroso coquetel "multitudo". Charme e rostos sorridentes dos caribenhos somam-se a esta exuberância na paisagem e à força desta história. No livro, página a página, cada ilha é como nova peça que se encaixa no imenso quebra-cabeça de um Caribe exótico, de várias faces, de muitas histórias e localizado em meio ao oceano mais azul do Planeta.

veja também