MasterCard traz ao Brasil cartão pré-pago para o segmento de viagens

MasterCard traz ao Brasil cartão pré-pago para o segmento de viagens

Atualizado: Segunda-feira, 4 Abril de 2011 as 8:34

O segmento de pré-pagos está em plena expansão na América Latina, sobretudo no Brasil, um dos principais mercados da região: atualmente representa US$ 12 bilhões em oportunidades e poderá chegar a US$ 81 bilhões em 2017. E é neste cenário promissor que a MasterCard anuncia o lançamento do MasterCard Cash Passport, o primeiro produto pré-pago da bandeira no Brasil.

O MasterCard Cash Passport é um pré-pago internacional recarregável, que pode ser utilizado para compras e saques na moeda local do país e nos cerca de 32 milhões de estabelecimentos credenciados MasterCard ao redor do mundo, além de 1,5 milhão dos caixas automáticos. O cartão nasce de uma parceria entre a MasterCard e a Travelex, o maior distribuidor global e cartões pré-pagos em moeda estrangeira. São cerca de 1,75 milhão de portadores de cartões, atendidos através de uma rede de mais de 25 mil clientes corporativos e de 700 agências em 35 países.

O lançamento tem o objetivo de oferecer ao viajante uma alternativa moderna, prática, econômica e segura de levar dinheiro em viagens ao exterior. Ou seja, o usuário pode adquirir um cartão em dólar e, caso viaje para a Europa, poderá realizar o saque em euro. “O Brasil vem se destacando no cenário internacional com uma economia em expansão, o que não só atrai turistas estrangeiros como faz com que os brasileiros viajem mais. Isto gera uma demanda para meios de pagamento que sejam flexíveis, convenientes, seguros e que ofereçam serviços agregados – a proposta de valor central do cartão pré-pago no segmento de viagens”, afirma Gilberto Caldart, presidente da MasterCard Brasil.

“O cartão MasterCard Cash Passport é o primeiro de uma série de lançamentos nos quais a MasterCard está trabalhando em 2011 no segmento de pré-pagos. Existe um universo gigantesco de não-bancarizados que se beneficiarão dos produtos”, lembra Caldart. De acordo com dados da consultoria McKinsey, 62% dos adultos, aproximadamente 2,2 bilhões de pessoas que vivem na Ásia, África, América Latina e Oriente Médio não possuem nenhum tipo de acesso, serviço ou produto financeiro.

“O pré-pago é o instrumento ideal para a inclusão financeira. Ele permite que a população não bancarizada tenha acesso aos meios eletrônicos de pagamentos e ainda auxilia no planejamento financeiro, além de oferecer segurança e praticidade na hora de realizar pagamentos”, explica Maurício Alves, vice-presidente da MasterCard Brasil.

O MasterCard Cash Passport poderá ser encontrado no Brasil na rede de 15 distribuidores afiliados à Travelex e também em agências de viagens e casas de câmbio. Para saber como adquirir o MasterCard Cash Passport acesse: http://www.cashpassport.com/1/pt-br/br/

Principais funcionalidades e benefícios

* O  MasterCard Cash Passport é o primeiro pré-pago do mercado brasileiro  a ter chip, o que oferece muito mais segurança para o usuário;

* É emitido instantaneamente, com o nome do portador no plástico;

* Pode ser carregado em dólar, euro ou libra. Já os saques e as compras são realizados sempre na moeda local do País onde o usuário estiver;

* Oferece assistência emergencial global para perda ou roubo do cartão com reposição em até 24 horas;

* É aceito em mais de 32 milhões de estabelecimentos credenciados MasterCard, como restaurantes, supermercados, farmácias etc.;

* É aceito em mais de 1,5 milhão de caixas automáticos Cirrus distribuídos por 200 países;

* Pode ser recarregado à distância, o que significa que, caso o usuário de cartão (viajante) precise de mais dinheiro, pode recarregar com o valor desejado;

* Na volta da viagem, caso haja saldo, o cliente pode guardar para uma próxima viagem ou revender o saldo no distribuidor onde adquiriu;

* Oferece a possibilidade de solicitação de cartão adicional;

* Pode ser utilizado para compras na Internet;

* O portador sabe, no momento em que carrega o plástico, quanto vai pagar pela moeda estrangeira, já que a moeda não sofre variação cambial depois de adquirida.  

veja também