México inaugura árvore de Natal de 110 metros e bate recorde

México inaugura árvore de Natal de 110 metros e bate recorde

Atualizado: Segunda-feira, 7 Dezembro de 2009 as 12

As autoridades da Cidade do México inauguraram na noite deste sábado, dia 5, uma árvore de Natal de 110,35 metros de altura e 35 metros de diâmetro, e recebeu o certificado do Guinness de maior árvore de Natal do mundo.

O prefeito da capital mexicana, Marcelo Ebrard, coordenou a festa popular, que contou com milhares de pessoas nas ruas. Ele acendeu as luzes que dão forma e cor à enorme estrutura --erguida sobre o turístico Paseo de la Reforma, a poucos passos do Angel, monumento-símbolo da cidade.

Ao todo, são 72 km de cabos com lâmpadas azuis, brancas, vermelhas e amarelas, que acenderam acompanhadas por uma apresentação de fogos de artifício.

Segundo o Guinness Book, a árvore mexicana bateu em 24 centímetros a antiga recordista, que foi uma árvore de Natal montada em Aracaju (Sergipe) em 2007.

"A possibilidade de não bater o recorde existia porque a altura [da árvore] do Brasil foi superada por apenas 24 centímetros, mas finalmente corroboramos e nos damos por satisfeitos, sem nenhum problema, que agora o México conta com esse novo [recorde do] Guinness", disse o espanhol Carlos Martínez, representante do Guinness Book, em coletiva à imprensa.

O Rio segue com o recorde de maior árvore de Natal flutuante, que se localiza na lagoa Rodrigo de Freitas (zona sul) e possui 85 metros de altura. A árvore gigantesca carioca tem 2,9 milhões de luzes, 1.600 esferas de efeitos e 52 km de cabos e foi iluminada ao compasso das canções interpretadas por um coral de 40 jovens da Fundação Bradesco, acompanhando 56 músicos da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa.

O próprio sistema de som da árvore tem um repertório de canções natalinas gravadas na Itália, que serão reproduzidas nas noites até o dia 6 de janeiro, no Dia de Reis. A árvore de 520 toneladas de peso já foi reconhecida pelo Livro Guinness dos Recordes como a maior de seu tipo no mundo.

veja também