Miami oferece lindas praias, muita badalação e variedade gastronômica

Miami,Nova York,Alasca: veja 10 destinos imperdíveis nos EUA

Atualizado: Sexta-feira, 13 Janeiro de 2012 as 12:59

País continente, os EUA oferecem viagens para todos os gostos e bolsos. Além dos recorrentes Miami e Nova York, há cidades não menos belas e interessantes, parque, atrações naturais e muitos motivos para escolher o grande país do norte como destino para suas próximas férias. Confira.
Boston
Considerada a mais européia das cidades americanas, Boston consegue equilibrar a elegância de uma herança bem preservada com uma vibrante modernidade que os prédios de vidro colocam em evidência.
Pequena e fácil de compreender, oferece a possibilidade de caminhar conhecendo séculos de uma rica história - Boston é o berço da maior democracia da história.
A cidade não é barata, e por isso recomenda-se a compra de um CityPass, que abre as portas para algumas das atrações imperdíveis como o Museum of Fine Arts, o New England Aquarium, o museo e biblioteca John F. Kennedy e o observatório astronômico situado no 60° andar do John Hancock Building.
Chicago
Segunda cidade de negócios dos EUA, oferece uma vida cultural rica e variada, com artes plásticas e uma cena cultural com o melhor do jazz, gospel e blues. Mas é na arquitetura que Chicago se destaca realmente. Não apenas porque aqui nasceram os arranha-céus e foi onde Frank Lloyd Wright morou e trabalhou.
Mies van der Rohe, Philip Johnson, Daniel Burnham e Skidmore, Owings & Merrill são alguns dos grandes estúdios de arquitetura que assinam hotéis, lojas e alguns dos melhores restaurantes do país. Para curtir o melhor da cidade sem gastar, aproveite os concertos gratuitos no Milennium Park.
São Francisco
Tantas vezes mostrada pelo cinema, São Francisco não precisa de apresentações: aberta sobre uma baía do oceano Pacífico, com uma arquitetura cuidada e em uma geografia privilegiada. Não bastasse isso tudo, Frisco, como é chamada carinhosamente pelos locais, ainda soma os fatos de ser referência em artes e se orgulhar da tolerância que a fez sinônimo de respeito pelos direitos gays.
Andar pelas ruas, pegar o famoso bondinho, conhecer a abandonada prisão de Alcatraz (chega-se de barco) ou atravessar a célebre ponte Golden Gate são algumas das muitas coisas para se fazer em uma visita à cidade.
Miami
Precisa dizer por que é o destino preferido pelos brasileiros? Miami tem tudo que é bom: praias e um clima ótimo para se aproveitar, além de concentrar muita gente bonita. Hotéis de luxo para ficar ou para simplesmente beber um drinque (não perca o bar do Mandarin Oriental), lojas de grandes marcas e com preços em conta. Restaurantes excelentes e variados. E muita, muita balada. Se ainda precisar de ideias do que fazer, pense em um passeio pelo Art Deco District, o bairro mais charmoso da cidade mais sensual e latina dos EUA.
Aspen
Local dos sonhos de todo esquiador, Aspen recebe cada vez mais brasileiros em suas quatro áreas bem definidas. Os novatos vão para Buttermilk ou Aspen Highlands. Quem já atingiu um nível intermediário prefere Snowmass, um dos lugares mais bonitos do planeta.
Única vedada para o snowboard, Aspen Mountain (conhecida pelos locais como Ajax) é onde chegam os que sabem de verdade: tem pistas com neve virgem, com árvores e descidas espetaculares com alto grau de dificuldade. Hotéis e restaurantes garantem luxo e mordomia, em vários níveis de preço - mas nada é realmente barato neste destino frequentado por ricos e famosos.
Nova York
Capital cultural dos EUA e, até certa medida, do mundo, Nova York tem tudo o que alguém pode querer. Nas artes, música de todos os tipos (eletrônica, rock, jazz, blues, clássica, étnica, etc); artes plásticas em museus como o MOMA ou em galerias privadas, dança, arquitetura, livrarias e bibliotecas.
Para a moda, do mais descolado ao mais alternativo, em bairros como o Soho, ao chique extremo da Quinta Avenida, com lojas de descontos e muitas oportunidades.
Na gastronomia, todas as cozinhas do mundo e muitos dos chefs mais reputados. Parques, espetáculos esportivos o simples passeios por alguns dos cartões postais como o Rockefeller Center ou o Central Park complementam mas não esgotam a oferta inigualáveis da Grande Maçã.
Oahu
Local de nascimento do presidente americano, Barack Obama, a ilha havaiana de Oahu é o point para os que querem praias espetaculares, drinques, muito surf e bastante badalação. Se quiser curtir um estilo mais hippie, vá na North Shore. Se você prefere admirar os melhores surfistas da história, faça a sua viagem coincidir com o Triple Crown, a competição que se faz com as ondas gigantescas que, chegando da longínqua Alaska, vêm romper nestas praias com alturas de mais de 15 metros, na costa leste. E, claro, não deixe de visitar a mítica Waikiki, do outro lado da ilha.
Washington DC
Se o poder tem um centro, este é Washington DC: aqui você sente que está no coração do império, no lugar onde foram tomadas algumas das decisões que mais afetaram a história dos últimos cem anos da humanidade.
A cidade é agradável e tem excelentes restaurantes, museus e atrações, mas o que você vai querer mesmo conhecer é a Casa Branca e o Congresso. Quem sabe você pode cruzar com um presidente que tem muitos motivos para ser lembrado. Bem ou mal, mas lembrado.
Alasca 
Natureza extrema e virgem, paisagens únicas e uma infraestrutura adequada para fazer você aproveitar isso com conforto e segurança é o que o Alaska, o estado do extremo noroeste do continente, propõe aos turistas.
Há quem se atreva a percorrer as estradas em um carro alugado, admirando bosques e montanhas e com chances altas de observar de perto ursos, alces e outros animais selvagens. Mas se quiser mordomia e acesso a locais exclusivos, sem se cansar, escolha um cruzeiro.
Grand Canyon
Uma das sete maravilhas naturais mais mostradas pelo cinema, o Grand Canyon, no Arizona, continua impressionando os visitantes com a altura grandiosa dos desfiladeiros e as cores intensas do deserto. O rio Colorado, que ao longo de milhões de anos cavou a pedra, corre no fundo, com larguras e que vão de 6 a 29 metros e uma profundeza de até 1600.
As águas podem ser bastante rápidas e oferecem a possibilidade de emoções extremas a quem se atrever a um rafting. O fundo do canyon pode ser alcançado a pé ou de mula, mas há quem prefira alugar um helicóptero e contemplar a maravilha desde o alto.

veja também