Ministério da Cultura quer aumentar número de cidades tombadas

Ministério da Cultura quer aumentar número de cidades tombadas

Atualizado: Quinta-feira, 13 Agosto de 2009 as 12

Há no Brasil 124 cidades históricas tombadas pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), porém o objetivo do Ministério da Cultura é de que esse número ultrapasse 200, de acordo com o ministro da Cultura, Juca Ferreira. Não há, entretanto, prazo para que a meta seja alcançada.

Ao participar de entrevista a emissoras de rádio, ele comentou a importância do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) das Cidades Históricas. As ações incluem a recuperação e a preservação da infraestrutura dos municípios. De acordo com Juca, a estratégia adotada pela pasta será incentivar os governos municipais a apresentarem projetos ao ministério. Serão investidos R$ 150 milhões por ano.

"Não basta proteger o prédio [tombado]. É preciso que o ambiente seja qualificado", disse, ao destacar que o programa vai contribuir para ampliar o fluxo turístico nas cidades onde há tombamento.

Nove dos 124 municípios brasileiros tombados pelo Iphan são reconhecidos ainda pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como patrimônio cultural da humanidade.

veja também