Ministério do Turismo participou do Salão Náutico Grand Pavois

Ministério do Turismo participou do Salão Náutico Grand Pavois

Atualizado: Quarta-feira, 30 Setembro de 2009 as 12

Grandes produtores de barcos de lazer do mundo e empresários de charter náutico demonstraram interesse no mercado brasileiro. Durante o Salão Náutico Grand Pavois, realizado entre 23 e 28 de setembro em La Rochelle (França), reuniram-se com o diretor de Financiamento e Promoção de Investimentos do Ministério do Turismo (MTur), Hermano Carvalho, e discutiram a criação de bases de charter no litoral do Brasil e a vinda de estaleiros para o país.

O diretor do MTur participou do Grand Pavois para estudar possibilidades de desenvolvimento do turismo náutico no Brasil e conhecer investidores interessados em participar da nova abertura dos portos brasileiros para o mercado mundial.

Ao longo de três dias de trabalho, houve reuniões com empresários de diferentes segmentos da náutica européia. Entre eles, Jean-François Fontaine, proprietário do estaleiro Fontaine Pajot e presidente da Federação das Indústrias Náuticas da França, Salvatore Serio, Presidente da Dufour Yachts, Bruno Voisard, presidente de Exportação da Federação das Indústrias Náuticas da França e Loic Bonnet, presidente da Dream Yacht Charter.

Na pauta, a redução de taxas de importação para barcos de lazer a serem usados em bases de charter (barcos de aluguel). Em contrapartida, para cada seis barcos importados com taxas reduzidas, os empresários ficariam obrigados a adquirir pelo menos outros quatro nacionais similares.

Também foi discutida a criação de uma escola profissional focada no turismo e na indústria náutica, por meio de uma parceria entre Governo Federal, Governo da Bahia e a Federação das Indústrias Náuticas da França.

''O Brasil tem grande potencial para usufruir do desenvolvimento social e econômico que o segmento pode trazer, caso as políticas públicas continuem nesta direção'', destaca Carvalho. Embora acredite que o desenvolvimento do turismo náutico no Brasil afetará de forma positiva o Índice de Desenvolvimento Humano em algumas regiões importantes do país, ele destaca ainda que é preciso ouvir empresários brasileiros ligados ao setor para reduzir a possibilidade de que os acordos e ações a serem adotados prejudiquem a indústria nacional.

O Grand Pavois é apontado como um dos principais salões náuticos da Europa. Ocupa 100 mil metros quadrados de área e acontece na segunda maior marina do continente.

Em 2009, o evento contou com 800 expositores e 700 barcos à venda. Os organizadores estimam que pelo menos 100 mil visitantes prestigiaram os estandes e equipamentos à venda. Participaram também do salão 35 países, onde a Bahia se destaca como o representante brasileiro no evento.

veja também