Museu do Futebol abre a mostra Copas do Mundo de A a Z

Museu do Futebol abre a mostra Copas do Mundo de A a Z

Atualizado: Quarta-feira, 2 Junho de 2010 as 9:36

Como seria um jogo de futebol disputado pelas letras do alfabeto? O M, que parece uma muralha, ficaria na zaga. O E, meia de ligação. O K, que tem jeito de atacante, nem precisaria se mexer muito: já nasceu com a perna prontinha para chutar o O no gol. O Y, com seus dois braços, se encarregaria de fazer as defesas. Só o B, meio fora de forma, talvez ficasse no banco. Ah, o X iria trabalhar, como sempre, no placar. Pois o alfabeto também entra em campo na exposição Copas do Mundo de A a Z.

O Museu do Futebol - instituição do Governo do Estado localizado no Estádio do Pacaembu - abre nesta terça-feira, 1º, a exposição Copas do Mundo de A a Z. Organizada pela equipe do Museu, em conjunto com o jornalista Marcelo Duarte, que também é responsável pela a curadoria, a mostra conta com 26 salas, cada uma delas representada por uma letra do alfabeto.

Num trajeto semelhante ao de um labirinto, os visitantes passam por espaços com diversos tamanhos, formas e cores. A exposição traz soluções expográficas diferenciadas - que vão de salas decoradas com imagens de galinhas (referência aos frangos tomados pelos goleiros), a reproduções de dribles em grafite feitas por Paulo Ito e figurinhas de época de grandes nomes do futebol - cada letra possui formatação, que complementa o conteúdo do ambiente.

Com projeto museográfico de Ronaldo Barbosa, a mostra apresenta a competição de forma lúdica, convidando todos a uma viagem por histórias das copas, por meio de vídeos, imagens, músicas e objetos que remetem ao tema.

Para Marcelo Duarte, Copas do Mundo de A a Z é uma ótima oportunidade de tratar o torneio de maneira diferenciada. "Queremos surpreender o turista. Essa exposição é plasticamente muito bonita, com informações que ninguém imagina que vá encontrar", explica.

Logo no início, o visitante conhece um pouco mais sobre o país sede da Copa de 2010, a África do Sul. Em seguida, é a vez de acompanhar as 'bolas foras' de alguns jogadores nos mundiais. Após "chocolates" e dribles desconcertantes, nada melhor do que relembrar o estilo marcante de atletas com seus penteados peculiares.

Fé, obras de arte e música também fazem parte dos outros ambientes da mostra, que numa das últimas salas homenageia Paulo Machado de Carvalho, importante personagem do futebol brasileiro que dá nome ao estádio do Pacaembu.

De acordo com a diretora executiva do Museu do Futebol, Clara Azevedo, a exposição não trata apenas de assuntos comuns ligados às Copas do Mundo. "Não temos a pretensão de elencar os fatos mais importantes ocorridos nos mundiais, e sim proporcionar aos visitantes pequenas experiências a partir de histórias e personagens curiosos. Cada letra do alfabeto traz uma entre milhões de possibilidades de abordar as Copas do Mundo".

Um dos objetivos da exposição é, também, dialogar o tempo todo com o acervo permanente do Museu do Futebol. Depois de passar pela letra N, por exemplo, os fascinados por estatísticas poderão ter mais detalhes na Sala Números e Curiosidades. Já a letra T remete a um dos espaços que mais chamam a atenção dos visitantes do Museu: o da Exaltação.

"O museu tem um conceito moderno, as pessoas estão em busca de locais assim. Certamente quem for à mostra irá gostar e ficar ainda mais animado para conhecer o Museu do Futebol", ressalta Marcelo Duarte.

Serviço

Copas do Mundo de A a Z

Museu do Futebol: Estádio do Pacaembu (Praça Charles Miller, s/n)

Estacionamento: Praça Charles Miller - Zona Azul (posto de venda oficial Museu do Futebol)

Dia: 1º de junho a 31 de outubro

www.museudofutebol.org.br

veja também