"Não andem de pijamas em público, sejam civilizados", diz administração de Xangai em campanha para a Expo2010

"Não andem de pijamas em público, sejam civilizados", diz administração de Xangai em campanha para a Expo2010

Atualizado: Sexta-feira, 30 Outubro de 2009 as 12

As autoridades de Xangai, na China, estão tentando convencer a população local a deixar de sair à rua de pijama, numa campanha destinada a "civilizar" a imagem da cidade durante a Expo2010.

"Não andem de pijamas em público, Sejam civilizados", é a palavra de ordem da administração municipal.

A campanha, lançada há alguns meses, tornou-se mais insistente com a aproximação da Expo2010, o maior evento internacional organizado pela China depois dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

Mais de 200 países e organizações internacionais, entre os quais Portugal, já confirmaram sua participação na feira, que acontecerá de 1º de maio a 31 de outubro de 2010, sob o lema "Melhor Cidade, Melhor Qualidade de Vida".

Uma equipe de 500 voluntários foi constituída em julho para o sucesso da campanha, mas a missão não parece fácil.

Vista noturna de Xangai, na China, que receberá a Expo2010, dez vezes maior que a Expo1998, realizada em Lisboa, Portugal

Mesmo nas ruas adjacentes às grandes artérias comerciais, em pleno centro de Xangai, muitos homens e mulheres saem de casa em pijama, para fazer compras na mercearia do bairro, jogar as cartas ou simplesmente conversar com um vizinho.

Em uma pesquisa on-line realizada no início do verão, 58% dos participantes consideraram "prático" ou "normal" andar de pijama na rua.

"Isto é o que distingue Xangai de outras cidades. Faz parte da identidade da cidade", disse uma colunista da edição local da "Vogue", Lin Jian, ao jornal "Global Times".

Outros profissionais sustentam, pelo contrário, que andar de pijama em público é "uma falta de respeito" e "não reflete a essência da cidade".

Sair à rua de pijama, afirmou um funcionário municipal citado pelo "Global Times", "contraria os padrões internacionais de convívio social".

Xangai - a maior e mais cosmopolita cidade chinesa, com quase 20 milhões de habitantes--, é a capital econômica da China e o "berço da modernização" do país, desde há cerca de um século.

O cinema chinês, a grande indústria e o próprio Partido Comunista Chinês, no poder há 60 anos, nasceram na cidade.

A campanha antipijamas em Xangai é idêntica à que foi lançada em Pequim por ocasião dos Jogos Olímpicos contra o hábito popular de sair à rua com o tronco nu nas noites quentes de Verão.

Dez vezes maior que a Expo1998, em Lisboa, a Expo2010 ocupará uma área de 528 hectares ao longo das duas margens do Huangpu, o rio que atravessa Xangai.

Os organizadores esperam cerca de 70 milhões de visitantes, 3,5% dos quais estrangeiros, sobretudo japoneses e sul-coreanos.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também