Nordeste recebe verba para promoção turística internacional em 2010

Nordeste recebe verba para promoção turística internacional em 2010

Atualizado: Segunda-feira, 3 Maio de 2010 as 4:42

Os estados do Nordeste receberam do MTur (Ministério do Turismo), por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), verba extra de R$ 5,2 milhões para realizar a promoção dos destinos turísticos da região no mercado internacional.

A campanha será promovida em parceria com a Fundação CTI Nordeste e terá a duração de sete meses, em Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, França, Chile, Argentina, Estados Unidos e Holanda. Entre as ações, a Embratur realizará inserções em revistas dirigidas ao trade e aos consumidores finais, divulgará imagens dos destinos em ônibus e outdoors, além de exibir vídeo de 15 minutos em mais de 5.400 voos da Companhia Aérea TAP, sempre contemplando todos os estados do Nordeste brasileiro.

"A Região Nordeste congrega alguns dos atrativos mais bonitos do País em sol e praia. Mas temos também cultura, história e gastronomia, ou seja, tudo o quê os turistas buscam num destino de qualidade. Essa verba suplementar será importante para reforçar a imagem positiva do Brasil", disse o ministro Luiz Barretto.

A expectativa é que a divulgação conjunta dos Estados nordestinos funcione como vitrine de toda a região no mercado internacional, com o objetivo de gerar negócios e incrementar o mercado emissor de turistas estrangeiros para o Brasil.

"Além de complementar a Agenda de Promoção Comercial, que já conta com mais de 300 ações no exterior em 2010, o objetivo da Embratur é proporcionar apoio para os Estados reforçarem a sua promoção em mercados de maior prioridade", avalia a presidente da Embratur, Jeanine Pires.

Verba descentralizada

A Embratur também disponibilizará para outros estados verba extra voltada à promoção de destinos turísticos no mercado internacional. Ao todo, serão R$ 12 milhões que deverão complementar a Agenda de Promoção Comercial do Turismo Brasileiro no exterior em 2010.

Campanhas publicitárias, publicações para operadores e agentes de viagens, produção de banco de imagens, caravanas com operadores internacionais. Estas são apenas algumas das ações previstas pelo Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil.

"Os estados são beneficiados de acordo com o seu tamanho para promoção no mercado internacional. Este é ainda o melhor formato para o recebimento do recurso da Embratur", avalia a presidente do Fornatur (Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes de Turismo), Nilde Brun.

A marca Brasil deve ser utilizada em todos os materiais e ações promovidas com a verba suplementar. De acordo com os critérios estabelecidos, os projetos apresentados pelos Estados devem estar de acordo com o Plano Aquarela - Marketing Internacional do Brasil.

veja também