O turismo no Chile depois do Terremoto

O turismo no Chile depois do Terremoto

Atualizado: Quinta-feira, 18 Março de 2010 as 12

Todos ficamos chocados com o terrível terremoto que abalou o Chile poucas semanas atrás. Apesar de ser um país acostumado a tremores e a erupções vulcânicas, as imagens de destruição e sofrimento impressionaram a todos.

Todos ficamos chocados com o terrível terremoto que abalou o Chile poucas semanas atrás. Apesar de ser um país acostumado a tremores e a erupções vulcânicas, as imagens de destruição e sofrimento impressionaram a todos. Desde o tremor principal, pequenos tremores secundários, chamados de réplicas, continuam a acontecer principalmente nas regiões próximas ao epicentro em Conception. Segundo os especialistas, elas devem ocorrer em menor intensidade nos próximos 40 dias.

O efeito deste tremor sobre a estrutura turística do Chile foi relativamente pequeno, pois a zona do epicentro está afastada dos principais atrativos do país. Para o turismo, o maior efeito do tremor foi o fechamento temporário do aeroporto de Santiago, cujo terminal principal teve algumas estruturas abaladas e passa atualmente por reparos. As pistas não foram afetadas e ele funciona com 80% da sua capacidade até dia 09 de Março, quando todos os trabalhos estarão finalizados.

As zonas turísticas do norte e sul do país não sentiram os tremores, mas foram afetadas indiretamente devido a interrupção dos vôos por alguns dias. A situação está completamente normal em todos os destinos turísticos e parques nacionais.

Veja abaixo a situação atual de cada uma das regiões turísticas do Chile:

Deserto do Atacama - Não houve qualquer dano. Tudo funciona normalmente

Região dos Lagos (Pucon e Puerto Varas) - Sentiu o tremor, mas não houve qualquer dano. Tudo funciona normalmente

Patagônia Chilena (Torres de Paine) - Não houve qualquer dano. Tudo funciona normalmente

Ilha de Páscoa - A ilha recebeu uma onda produzida pelo tremor que chegou fraca a uma de suas costas. Houve uma pequena inundação, mas não houve danos aos Moais e a cidade de Hanga Roa. Os vôos e passeios acontecem normalmente.

Santiago - Sentiu o tremor que ocorreu a 400 kms dali. Algumas estruturas foram abaladas. A parte central e turística não foi afetada, salvo algumas rachaduras em prédios. As atividades de passeios e vôos estão normalizadas. O porto de Valparaiso está fechado ao publico, mas as visitas a Viña del Mar acontecem normalmente. O passeio Trem do Vinho no vale de Colchagua está suspenso temporariamente.

Para aqueles que desejam visitar o país nas próximas semanas, a situação está tranquila e os serviços normalizados. Para conhecer os roteiros disponíveis para o Chile e mais informações consulte o site da Gold Trip -  www.goldtrip.com.br

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também