Pará tem praias fluviais e oceânicas e rica e exótica gastronomia

Pará tem praias fluviais e oceânicas e rica e exótica gastronomia

Atualizado: Quarta-feira, 31 Agosto de 2011 as 9:23

O Pará vai muito além da polpa do açaí, saboreada nos quatro cantos do mundo. Além da rica e exótica gastronomia, o estado também oferece praias paradisíacas, rica fauna e flora, artesanato e cerâmica marajoara e a prática do ecoturismo. Sua maior manifestação popular é o famoso e concorrido Círio de Nazaré.

Ao chegar no Pará, a primeira coisa que qualquer turista pensa é em provar o famoso suco de açaí e o caldo de tacacá. "Em Belém, temos o tradicional Mercado Ver-o-Peso, considerado uma das maiores feiras ao ar livre da América Latina, visitado diariamente por 50 mil pessoas", afirma o turismólogo e mestre em gestão Fábio Romero.

Lá, o viajante também encontra outras delícias como peixes, farinhas, frutas e ervas. "As frutas mais famosas, além do açaí, são bacuri, cupuaçu, ingá, mucujá e tucumã. O palmito pupunha também é muito procurado", completa.

Em Belém, também é possível viajar pelas belezas naturais do Brasil. "Temos o Bosque Rodrigues Alves, conhecido por ser o 'Jardim Botânico da Amazônia', temos o Mangal das Garças, que tem o maior borboletário da América Latina, e o Ninhal dos pássaros, com as mais belas espécies de aves amazônicas".

Fábio também destaca as praias nortistas. "Somos privilegiados, pois temos praias fluviais e oceânicas. As mais procuradas são as da Ilha do Mosqueiro e da Ilha de Marajó. Em Alter do Chão, distrito de Santarém banhado pelo rio Tapajós, as águas são cristalinas". Outro destaque é o artesanato. "O Museu do Marajó, em Cachoeira do Arari, guarda um rico acervo da cultura marajoara". Para os fãs do ecoturismo, Fábio indica Santarém. "São dezenas de cachoeiras, sítios arqueológicos, florestas, trilhas, ilhas e ainda tem o fantástico encontro dos rios Amazonas e Tapajós".

veja também