Para viajar sem estresse

Para viajar sem estresse

Atualizado: Quarta-feira, 13 Janeiro de 2010 as 12

No title Para muita gente férias é sinônimo de viagem. Afinal, nada melhor do que mudar de ares, conhecer novas culturas, descansar, visitar quem está longe. Mas para garantir a diversão é importante programar com um certo cuidado o período de recesso longe de casa. Quem pretende comprar pacote de férias tem que prestar atenção em alguns detalhes que podem trazer muita dor de cabeça.

O primeiro deles é a definição do destino. Escolher o local onde vai passar as férias - e gastar um bom dinheiro - deve ser uma decisão cuidadosa. Se o turista não gosta de frio, não tem roupas de frio, é alérgico a frio ou tem qualquer lembrança negativa com o frio, deve escolher lugares quentes, mesmo que os destinos gelado estejam com 80% de desconto. Aliás, para os alérgicos e afins, não custa nada visitar um médico algumas semanas antes da viagem para garantir que nos dias fora de casa a saúde esteja 100%. Nada pior do que ficar doente numa cama de hotel com o mundo chamando do lado de fora.

Seguro

Decidido o destino o viajante deve pesquisar opções de pacotes e passagens. Nesta hora é importante tentar não escolher apenas pelo preço, afinal um hotel velho e mal localizado, um voo com muitas escalas ou uma excursão daquelas que cada destino é visitado em vinte minutos pode definitivamente estragar a viagem e fazer valer a máxima de que o barato sai caro. Nesta mesma linha de pensamento o turista que decidir por uma viagem de "aventura" não deve esquecer-se de contratar um bom seguro.

Para decidir a agência, a companhia aérea e o hotel a dica é conversar com os amigos. Pessoas com os mesmos gostos e padrões podem ajudar também na escolha dos melhores passeios quando no destino, assim como indicar restaurantes, livrarias e shows que sejam interessantes e, por outro lado, lembrar lugares ruins e passeios furados que devem ser evitados.

Ao comprar pacotes o consumidor não pode esquecer-se de ler completamente o contrato e pedir esclarecimentos para que não reste nenhuma dúvida sobre o conteúdo dos itens mencionados. Devem ser definidos por escrito o preço total da viagem (e a forma de pagamento em reais), a companhia aérea ou rodoviária que fará o transporte, os hotéis especificados, o tipo de apartamento, os traslados, refeições incluídas, pagamento de guias de turismo e passeios. Para os mais prevenidos vale uma busca em órgãos de defesa do consumidor para saber se as empresas contratadas tem queixas registradas por outros clientes.

Dicas

1 - Planejar com antecedência

- O ideal é se organizar com no mínimo três meses de antecedência, mas se não deu tempo, os sites buscadores são excelentes ferramentas para trazer informações alinhadas com a sua necessidade.

2 - Flexibilidade de datas

- Voos no meio da semana ou aos finais de semana tendem a ser mais baratos devido à demanda.

3 - Horários de voos alternativos

- Os metabuscadores segmentados para área de turismo, como o Mundi (www.mundi.com.br), por exemplo, e algumas agências de viagens on line oferecem a comparação de preços dos horários mais baratos. Use e abuse da internet.

4 - Aeroportos de origem/destino alternativo

- Os aeroportos mais distantes das cidades em que se planeja a viagem podem ser uma boa opção para pagar menos na hora de comprar sua passagem aérea. Ex.: São Paulo: Guarulhos/Congonhas contra Viracopos em Campinas com tarifas mais baratas. Mas avalie se o transporte até o hotel compensa esta economia.

5 - Compare os preços entre as companhias aéreas

- Em algumas agências de viagens on line, como no www.viajanet.com.br, é possível fazer uma pesquisa dos voos, onde o resultado mostra uma Matriz(Resumo) dos voos mais baratos de cada companhia aérea.

6 - Aproveite a condição do câmbio do real x dólar

- Em dias como os atuais, você pode encontrar, por exemplo, um pacote para Buenos Aires ($ 235 / R$ 435), ou seja, mais barato do que Porto Seguro (R$ 568).

7 - Compare os preços dos pacotes de viagens em relação à passagem aérea e o hotel separadamente

- Em muitos casos, escolher seu pacote, incluindo estada, fica mais em conta do que comprar a passagem aérea separadamente. Mas, pesquise bem, porque também é possível achar da maneira contrária.

8 - Acompanhe as promoções do mercado

- Cadastre-se em portais relacionados à área de turismo e agências de viagens on line. A probabilidade de receber em seu email promoções inesperadas de voos, hotéis e pacotes de viagem aumenta de forma significativa.

9 - Fique de "olho nos novos players"

- Aproveite a entrada das novas companhias aéreas no mercado como a Azul e a Webjet que, para "ganhar" mercado, estão com as tarifas mais competitivas.

10 - Redes sociais

- Navegue em redes sociais de agências de viagens on line para saber quais as novidades. Esses canais costumam trazer boas ofertas. Sugestão: http://twitter.com/viajanet

Por: Henriette de Salvi

veja também