Parque em MG funde botânica e arte contemporânea

Parque em MG funde botânica e arte contemporânea

Atualizado: Sexta-feira, 28 Maio de 2010 as 3:52

A cidade de Brumadinho (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte, apresenta um jardim botânico cujas atrações não se restringem às belezas naturais. O Inhotim também possui acervo de arte contemporânea, com 500 obras de mais de 100 artistas.

O Instituto Inhotim, que cuida do espaço, é uma entidade privada e sem fins lucrativos. A ideia foi criar um complexo museológico, constituído por uma sequência não linear de pavilhões em meio a um parque ambiental.

Pavilhões abrigam exposições permanentes de artistas plásticos brasileiros como Tunga, Cildo Meireles e Adriana Varejão, e também exposições internacionais, como Neither (2004), da colombiana Doris Salcedo.

A cada dois anos, uma mostra divulga aquisições, cria reinterpretações da coleção e inaugura novos projetos individuais de artistas.

A atividade de jardim botânico é feita no Inhotim por meio de estudos florísticos, catalogação de novas espécies botânicas, conservação ex situ (fora do hábitat original) e uso paisagístico de espécies em prol da preservação da biodiversidade.

A internauta Rosely Atanes, de Santos (SP), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra.

veja também