Parque Nacional do Itatiaia- Marco na história da preservação ambiental

Parque Nacional do Itatiaia- Marco na história da preservação ambiental

Atualizado: Segunda-feira, 18 Agosto de 2008 as 12

São 12.500 hectares de verde, montanhas, cachoeiras, rios e corrégos que desaguam no rio Campo Belo, formando a mais antiga reserva ecológica do país, o Parque Nacional do Itatiaia, localizado no estado do Rio de Janeiro. 

O Parque foi criado por um decreto do presidente Getúlio Vargas em 1937. Tombado pelo Patrimônio Histórico, é considerado uma das maiores reservas da fauna e da flora brasileira.Possui mais de trezentas espécies de aves, entre tucanos, beija-flores, tangarás e sabias-laranjeiras e mais de cem mil espécies de insetos. A maioria em exposição no Museu da Flora e da Fauna, antiga residência do Visconde de Mauá. Localizado no Maciço do Itatiaia, fica a sudoeste do Rio de Janeiro e ao sul de Minas Gerais. O acesso é através de Engenheiro Passos, distrito de Resende (Rio de Janeiro), Km 318 da Via Dutra.

Na paisagem do local também estão  o Lago Azul e a cachoeira Véu de Noiva, uma queda d’água de trinta metros de altura. Outra cachoeira muito procurada pelos banhistas é a Itaporani, que tem três quedas d´água que variam de 10 a 12 metros de altura e, uma piscina natural. Destacam-se ainda a Cachoeira Poranga, Cachoeiras do Piturendaba e a do Pitu de Baixo.      

Do tupi-guarani Itatiaia significa “pedra cheia de pontas”, o que condiz com elevadas alturas do Parque. Há em Itatiaia montanhas de altitude elevada, como o Pico das Agulhas Negras, que fica a 2.287 metros de altitude e o das Prateleiras, que termina num planalto com visão panorâmica da Serra da Mantiqueira. Os graus de dificuldade nas caminhadas variam. Pode-se ir em duas horas e meia até a Pedra do Altar ou ao ponto máximo onde fica o Cruzeiro. Entretanto, o maciço só é acessível a montanhistas com prática, pois a escalada é difícil, exigindo preparo físico, conhecimentos técnicos e equipamentos adequados.

O visitante pode ainda conhecer o Relógio de Sol, construido na Inglaterra, em 1925, e regulado em função das estações do ano e da incidência da luz solare o Orquidário Simon, sede do Orquidário Sul Fluminense, que vende plantas em flor e em mudas.

veja também