Passeie pela Lisboa medieval em um dia

Passeie pela Lisboa medieval em um dia

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2011 as 9:14

Assim como muitas cidades europeias, Lisboa mantém todo seu perfil medieval preservado. Quem visita o lugar acaba se deparando com um pouco de história.

Dentre os muitos roteiros oferecidos pelo "Guia Espiral Lisboa" está conhecer o lado medieval de Lisboa em um dia. Dividido por horários e ressaltando o que há de mais importante a ser visto, o livro permite aproveitar a cidade ao máximo.

Além deste passeio, é possível conhecer o Norte da Orla Central, Encostas do Oeste, Belém e Parque das Nações, roteiros imperdíveis na Costa Oeste, Sintra e Queluz, Mafra, Chiado e Bairro Alto, Alfama, Cacilhas e Santuário do Cristo Rei.   Visitar Portugal é como visitar um pedaço da história brasileira, reconhecendo características e tradições que foram fixadas pelos colonizadores. Ainda é possível encontrar uma movimentada vida cultural e aproveitar a deliciosa gastronomia local.

Veja como conhecer o núcleo medieval:   Núcleo Medieval de Lisboa em Um Dia

O castelo de Lisboa foi erguido acima de um labirinto de ruas na área mais antiga da cidade, repleta de museus, igrejas, vielas fascinantes e miradouros de onde se avista o Tejo.

9h30

Comece o dia na Catedral da Sé; aprecie o claustro, onde escavações arqueológicas contam a história de Lisboa. Você pode dar uma olhada na Igreja de Santo António consagrada a esse santo.

10h30

Suba a Rua do Eléctrico, da Sé até o largo das Portas do Sol, passando pelo encantador miradouro de Santa Luzia. Observe as vistas a partir do terraço das Portas do Sol para depois visitar o Museu-Escola de Artes Decorativas.

11h30

Vença as ladeiras atrás do museu a fim de chegar ao emblemático Castelo de São Jorge, depois prossiga até a Igreja da Graça, construída num dos pontos mais altos de Lisboa.

13h

Você pode almoçar no café da Esplanada da igreja da Graça e, depois, subir pela Rua Damasceno Monteiro e pela Calçada do monte e chegar ao miradouro de Nossa Senhora do Monte, o mais alto da cidade. Outra opção é fazer um almoço sossegado no Mercado de Santa Clara, situado acima do Panteão Nacional de Santa Engrácia.

14h30

Pegue o bonde 28 para São Vicente de Fora, com belo claustro, vistas magníficas e alguns dos azulejos mais bonitos da cidade. Se fizer o passeio numa terça ou num sábado, vá para trás da igreja e dê uma espiada nas bancas da Feira da Ladra, que funciona até 15h ou 15h30.

15h30

Caminhe morro abaixo e perambule pelas ruas estreitas de Alfama. Ao descer, você acaba chegando ao Largo Chafariz de Dentro, onde fica o Museu do Fado, dedicado à música típica de Lisboa.

16h45

Tome o ônibus 794 ou um táxi para chegar ao Museu Nacional do Azulejo, instalado num convento antigo com ingrja anexa, rico em belíssimos azulejos azuis e brancos.

18h

Agora você pode parar para um drinque. Volte até um dos miradouros e relaxe, conforme as luzes ascendem e a noite cai.

20h

À noite, você pode ficar em Alfama, jantar no Malmequer Bemmequer e depois se dirigir pata o Parreirinha de Alfama, a fim de ouvir alguns dos melhores fados do bairro.    

veja também