Pela estrada afora... e de bike!

Pela estrada afora... e de bike!

Atualizado: Segunda-feira, 12 Abril de 2010 as 12

Carro, moto, avião, navio. Dá para viajar de tudo quanto é jeito. Inclusive, dá para pegar a estrada de bicicleta. Sim, viajar com a magrela é ideal para quem curte desafios e sentir muita adrenalina. A melhor notícia é que não precisa ser veterano para fazer cicloturismo; qualquer pessoa que goste de pedalar pode arrumar as malas e se jogar nessa aventura. O importante é estar atento e não ultrapassar os limites do corpo, tomar muita água, alimentar-se corretamente e ir vencendo os percursos da distância.

E você nem precisa encarar essa sozinho. A galera do Clube de Cicloturismo do Brasil pratica o ciclismo em conjunto. A ideia é associar o esporte às novas amizades, troca de experiências e, ainda, o ciclista pode montar sua própria viagem. Criado em 2001, o Clube incentiva a prática de viajar de bicicleta e presta serviço para os iniciantes.

Em fevereiro de 2010, um grupo de ciclistas fez a viagem "Caminho do Sol", um roteiro que fica entre as cidades de Santana do Parnaíba e Águas de São Pedro, em São Paulo. Inspirado no Caminho de Santiago de Compostela, a viagem conta com dezenas de ciclistas e tem, em média, duração de quatro dias. No entanto, o tempo é o ciclista quem faz. Aqueles que preferem parar, conhecer os lugares, realizar trilhas, tomar banho de cachoeira podem ficar à vontade para deixar a bike de lado um pouquinho.

Viajar pedalando significa ficar mais próximo da natureza, o que proporciona um momento único de autoconhecimento. Mas lembre-se: nem tudo são flores. As estradas são difíceis, muitas vezes não é possível descansar muito bem durante a noite e alguns trechos podem apresentar muitas descidas.

No final, o que vale mesmo é conhecer pessoas e lugares e aproveitar essa aventura.

Serviço

Clube de Cicloturismo do Brasil

Para saber mais detalhes sobre o grupo, acesse o site oficial.

Redação Custom Editora

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também