Peru deseja variar a oferta turística no Brasil

Peru deseja variar a oferta turística no Brasil

Atualizado: Quinta-feira, 8 Outubro de 2009 as 12

O órgão de turismo PromPerú (Comissão de Promoção do Peru para a Exporação e o Turismo) trouxe uma comitiva peruana a São Paulo para divulgar o país e seus destinos turísticos. Entre as autoridades que vieram à capital paulista está o ministro de Comércio Exterior e Turismo do Peru, Martin Pérez. "Nossa intenção é promover todo o Peru como um destino turístico cultural, histórico e gastrnômico", disse a diretora de promoção do turismo do PromPerú, Mara Seminario Marón.

A diretora explicou que o governo peruano e o órgão turístico do país querem diversificar a oferta e mostrá-la aos brasileiros. "Machu Picchu é e sempre foi o nosso principal destino, mas temos também outros locais interessantes, como Cuzco, Arequipa, Puno e a capital, Lma, que se tornou uma alternativa urbana e gastronômica", disse Mara.

Os esportes de praia, o ecoturismo e o turismo rural também estão em crescente desenvolvimento no Peru. "Nós oferecemos a prática de surfe, turismo de natureza pelo rio Amazonas, observação de aves, escaladas e trekking pela Cordilheira dos Andes, dentre outras oportunidades interessantes", destacou Mara, que também informou que a demanda turística brasileira vem crescendo. "Em 2008, recebemos a visita de 40 mil brasileiros. De janeiro a junho deste ano, já recebemos 39,5 mil, ou seja, estamos crescendo bastante. Estimamos um crescimento de 37% até o final do ano". São Paulo (55%), Rio de Janeiro (12%) e Porto Alegre (6,8%) são os principais emissores de turistas no Brasil para o Peru, que ainda registrou 2,56 milhões de visitantes de todo o mundo em 2008.

O PromPerú, que trabalha a campanha "Peru vive la leyenda", ou "Peru vive a lenda", oferecerá workshops e capacitação para agentes de viagens brasileiros. "Como temos um destino com muitas opções, realizaremos esses serviços para que os agentes saibam como vender o Peru. Conhecumento é fundamental para a venda", explicou a diretora do órgão peruano.

O órgão de turismo PromPerú (Comissão de Promoção do Peru para a Exporação e o Turismo) trouxe uma comitiva peruana a São Paulo para divulgar o país e seus destinos turísticos. Entre as autoridades que vieram à capital paulista está o ministro de Comércio Exterior e Turismo do Peru, Martin Pérez. "Nossa intenção é promover todo o Peru como um destino turístico cultural, histórico e gastrnômico", disse a diretora de promoção do turismo do PromPerú, Mara Seminario Marón.

A diretora explicou que o governo peruano e o órgão turístico do país querem diversificar a oferta e mostrá-la aos brasileiros. "Machu Picchu é e sempre foi o nosso principal destino, mas temos também outros locais interessantes, como Cuzco, Arequipa, Puno e a capital, Lma, que se tornou uma alternativa urbana e gastronômica", disse Mara.

Os esportes de praia, o ecoturismo e o turismo rural também estão em crescente desenvolvimento no Peru. "Nós oferecemos a prática de surfe, turismo de natureza pelo rio Amazonas, observação de aves, escaladas e trekking pela Cordilheira dos Andes, dentre outras oportunidades interessantes", destacou Mara, que também informou que a demanda turística brasileira vem crescendo. "Em 2008, recebemos a visita de 40 mil brasileiros. De janeiro a junho deste ano, já recebemos 39,5 mil, ou seja, estamos crescendo bastante. Estimamos um crescimento de 37% até o final do ano". São Paulo (55%), Rio de Janeiro (12%) e Porto Alegre (6,8%) são os principais emissores de turistas no Brasil para o Peru, que ainda registrou 2,56 milhões de visitantes de todo o mundo em 2008.

O PromPerú, que trabalha a campanha "Peru vive la leyenda", ou "Peru vive a lenda", oferecerá workshops e capacitação para agentes de viagens brasileiros. "Como temos um destino com muitas opções, realizaremos esses serviços para que os agentes saibam como vender o Peru. Conhecumento é fundamental para a venda", explicou a diretora do órgão peruano.

veja também