Plano para revitalização do Corcovado

Plano para revitalização do Corcovado

Atualizado: Terça-feira, 7 Abril de 2009 as 12

Um dos principais cartões-postais do Rio de Janeiro, o Parque Nacional da Tijuca, região ao redor do Corcovado, deverá passar por um processo de revitalização. Nesta segunda-feira, 06 de abril, o ministro do Turismo Luiz Barretto se reuniu com o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, na capital fluminense para definir uma série de ações nesse sentido.

No encontro, que também reuniu equipes da estância municipal e estadual, ficou definido que um grupo de trabalho, formado por representantes de todas as esferas governamentais, apresentarão no dia 11 de maio, um plano de atividades, com informações referentes ao orçamento previsto e também um cronograma das atividades.

De acordo com Barretto, entre as ações previstas inicialmente no Programa de Revitalização do Complexo Turístico e Ambiental do Corcovado e seu Entorno, está a recuperação do Hotel das Paineiras, localizado na estrada das Paineiras, próximo do acesso ao Corcovado e que está fechado há mais de 25 anos.

O espaço deverá receber um pólo de visitação, com restaurante panorâmico, centros de educação ambiental, lojas temáticas e cerca de 30 acomodações para os turistas. Segundo ele, tanto o MTur quanto o MMA irão aportar recursos no processo.

"O parque é o principal ícone do Rio de Janeiro e sua recuperação é importante para a imagem do Brasil lá fora. Trata-se do parque com a maior visitação do Brasil, foram quase 1,3 milhões de visitantes em 2008. A iniciativa trará uma série de idéias que vão demonstrar que é possível recuperar aquela área e transformá-la em um grande espaço de visitação, com qualidade para o turista", afirmou.

O ministro do Turismo lembrou que, até o fim do mês, deverá ser lançado um concurso público para escolha dos projetos arquitetônicos que serão implementados no local. Barretto afirmou também que o governo estuda a possibilidade destinar parte dos recursos previstos no âmbito do Prodetur Nacional (Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo) para promover qualificação profissional de moradores de comunidades carentes próximo à área.

"Não se trata apenas de revitalizar o espaço, mas também melhorar a qualidade de vida da população, com a geração de emprego e renda para a comunidade do entorno. Serão guias e turismo, garçons, recepcionistas que integrarão o complexo turístico que será montado na região", completou.

veja também