Porto Rico busca atrair casamentos de turistas no Caribe

Porto Rico busca atrair casamentos de turistas no Caribe

Atualizado: Quinta-feira, 26 Maio de 2011 as 8:57

Porto Rico quer se transformar no principal destino dos casamentos de turistas que são realizados no Caribe, um mercado que gera anualmente US$ 16 bilhões em todo o mundo.

O diretor da Companhia de Turismo de Porto Rico, Mario González, afirmou que o Caribe concentra 30% do total do mercado de casamentos do mundo, mas que o Estado Livre Associado aos EUA só captou até agora uma pequena percentagem desse negócio.

González ressaltou que, em relação ao mercado americano --prioritário para Porto Rico--, apenas 7% dos casais que elegem o Caribe para a cerimônia optam pela antiga colônia espanhola.   A autoridade afirmou que, para modificar essa tendência, a Companhia de Turismo adotará medidas para que a nova lei que facilita os casamentos entre não residentes em Porto Rico seja conhecida mundialmente.

González se refere a uma norma que permite aos noivos estrangeiros apresentarem uma certidão médica expedida em seu país de residência. Com isso, os casais não precisam mais apresentar os originais dos resultados de exames de sangue requeridos pela lei porto-riquenha.

"Com as novas medidas, Porto Rico experimentará um crescimento anual estimado entre 6% e 8% na realização destas cerimônias", avaliou o diretor.

González lembrou que desde que a nova lei foi assinada, em agosto de 2010, os estabelecimentos hoteleiros da ilha registraram um aumento substancial de reservas relacionadas a casamentos de estrangeiros.

LA CONCHA

O hotel La Concha, um dos mais famosos da capital, experimentou um aumento de 11% na realização de casamentos de turistas, entre janeiro e abril deste ano.

González destacou ainda que, entre os meses de maio e agosto do ano passado, o La Concha registrou cerca de 3.000 pernoites relacionadas ao "turismo de casamento".

Na opinião de González, isso demonstra o quanto a economia local pode ganhar com o crescimento desse mercado em Porto Rico, lembrando que a situação anterior "de burocracia não permitia ao país ser competitivo nesse mercado".

LUCRO

O diretor da Companhia de Turismo insistiu na importância da medida para a entrada de divisas, citando como exemplo os lucros obtidos por outro hotel, o El Convento del Viejo San Juan, que no último ano obteve receita de US$ 1 milhão graças ao "turismo de casamento".

"Cada casamento realizado em Porto Rico gera um lucro entre US$ 20 mil e US$ 30 mil, sem contar as estadias de familiares e amigos", apontou a autoridade.

A importância do negócio é tamanha que os maiores hotéis da ilha caribenha contam com pessoal dedicado exclusivamente à gestão de casamentos de estrangeiros.

González ressaltou que os Estados Unidos são o objetivo prioritário, mas que Europa e América Latina também estão na agenda da companhia, acrescentando que Porto Rico pode se sobressair no Caribe por dispor de oferta hoteleira, cultura, gastronomia e beleza natural acima de seus concorrentes na área, em sua opinião.

Além disso, o Registro Demográfico estabeleceu um novo serviço que facilitará as tarefas burocráticas exigidas aos estrangeiros que desejam se casar em Porto Rico.  

veja também