Prodetur oferece 3.730 vagas para cursos em turismo no Rio Grande do Norte

Prodetur oferece 3.730 vagas para cursos em turismo no Rio Grande do Norte

Atualizado: Quarta-feira, 22 Julho de 2009 as 12

O MTur, por meio do Programa de Qualificação Profissional e Empresarial, ligado ao Prodetur (Programa de Desenvolvimento do Turismo), capacitará 3.730 profissionais ligados ao turismo dos municípios de Ceará Mirim, Extremoz, Maxaranguape, Nísia Floresta, Tibau do Sul e Touros, localizados no Pólo Costa das Dunas, no Rio Grande do Norte.

As aulas começaram na última segunda-feira, 20 de julho, e contam com investimentos de R$ 2,54 milhões do Prodetur Nordeste II. Entre os cursos oferecidos estão os que formarão garçons, barmen, administradores de hotel, recepcionistas de hotel, cozinheiros, recreadores, confeiteiros, organizadores de eventos, orientadores turísticos e artesãos. Há curso de português e de línguas como inglês, espanhol e italiano. Também estão sendo dadas aulas de informática, qualidade no atendimento, relações humanas e manipulação segura de alimentos.

O foco do programa são os profissionais que atuam na área de turismo e de hospitalidade. Se houver disponibilidade de vagas, essas serão destinadas a pessoas desempregadas em busca de oportunidade de trabalho na área ou a jovens a partir de 16 anos em situação de risco e exclusão social.

Em março deste ano, a novidade oferecida na região foi o curso de qualificação empresarial. Quinhentos e sessenta e um empresários e gestores participam de cursos, na modalidade qualificação básica (que inclui inglês, espanhol, italiano, informática e artesanato), e gestão empresarial: empreendedorismo, gestão de qualidade, finanças e planos de negócios. O programa de qualificação empresarial conta com investimentos de R$ 782 mil do Prodetur Nordeste II.

Segundo o diretor do Departamento de Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo do MTur, Edimar Silva, o programa de qualificação busca direcionar esforços para capacitar os empresários, trabalhadores do setor e a população dos pólos integrantes do Prodetur. "Nosso objetivo é atingir um maior nível de eficiência na prestação dos serviços turísticos e contribuir para o aumento da competitividade dos destinos e consolidação do setor de forma sustentável."

Programa de Qualificação Profissional e Empresarial do Prodetur

O programa de qualificação foi desenhado em duas fases. Na fase de preparação, os estados, por meio de consultoria técnica, realizam uma pesquisa diagnóstica para obter dados sobre oferta e demanda de qualificação na região. Com base nos resultados, é proposta a ação de capacitação.

Na fase de execução, o estado contrata uma empresa para implementação do programa.

No Rio Grande do Norte, o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) é o responsável pelo planejamento, elaboração e execução dos cursos.

veja também