Programa da Anac para evitar decolagens em situação irregular vigora em maio

Programa da Anac para evitar decolagens em situação irregular vigora em maio

Atualizado: Segunda-feira, 26 Janeiro de 2009 as 12

A partir de maio começa a funcionar o novo programa da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para evitar que aviões particulares em situação irregular decolem no espaço aéreo brasileiro. A medida vale também para os tripulantes. O objetivo do programa Decolagem Certa é levar os pilotos a procurar a agência para acertar toda a documentação pessoal e do avião ou helicóptero.

"Quando o piloto apresentar o plano de vôo nas salas de Serviço de Informação Aeronáutica (AIS), vai ser imediatamente interligado com nosso banco de dados e nós vamos ter na tela todas as informações sobre a aeronave e sobre o piloto", explica o gerente-geral de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos da Anac, Ricardo Senra.

O programa é voltado principalmente para a chamada aviação geral, que são aviões e helicópteros particulares e aviação agrícola. "Nosso sistema já faz normalmente essas inspeções. Teremos mais uma ferramenta para aprimorar a segurança", diz Senra.

Em fase experimental, o Decolagem Certa já está funcionando nos aeroportos de Congonhas, Guarulhos e no Campo de Marte, que respondem por cerca de 50% do tráfego aéreo nacional da aviação geral e táxi aéreo.

"Fizemos um levantamento e em cerca de 20% a 25% dos acidentes existia alguma irregularidade [na documentação]. Com a implantação desse sistema, já estamos conseguindo baixar essa média ", explica o gerente da Anac em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional.

Segundo Ricardo Senra, com esse programa, a Anac não quer impedir ou introduzir qualquer obstáculo ao vôo e sim uma segurança maior e "com isso evitar que pessoas em condições não-satisfatórias estejam sobrevoando o espaço aéreo brasileiro".

veja também