Programa do banco Caixa facilitará viagens para classes C e D

Programa do banco Caixa facilitará viagens para classes C e D

Atualizado: Domingo, 26 Abril de 2009 as 12

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira, 27 de abril, em São Paulo, o lançamento do Crediário Caixa Fácil para o turismo, que pretende oferecer financiamento de pacotes de viagens diretamente ao turista. "Este é um excelente momento para lançar este programa. Servirá como um impulso para o setor de turismo", disse a presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho.

Com este acordo, a Caixa efetuará o credenciamento das agências de viagens como Correspondentes Caixa Aqui, o que dará acesso ao sistema para realizar a operação. A Abav (Associação Brasileira das Agências de Viagens), a Braztoa (Associação Brasileira de Operadoras de Turismo), a CVC e a TAM Viagens assinaram um Protocolo de Intenções para iniciar o projeto.

O valor máximo de financiamento será de R$ 10 mil, que poderá ser pago em até 24 meses, através de boleto bancário ou débito em conta corrente. "Este produto vem de encontro com o momento que passamos. Terá uma diminuição burocrática grande, superando aqueles entraves dos empréstimos, por ser simples", afirmou o ministro do Turismo, Luiz Barretto. "É uma grande oportunidade de fomentar o turismo interno. É importante também porque este financiamento irá atingir as chamadas classes C e D".

O presidente da Braztoa, José Eduardo Barbosa, também se mostrou satisfeito com o programa, e afirmou que irá começar imediatamente os trabalhos de divulgação para as operadoras associadas. "Ainda nesta semana, reuniremos nossos associados para estruturar o programa e divulgar este serviço", informou Barbosa, que também comemorou o prazo de pagamento dos pacotes estipulado pelo banco. "Com esse parcelamento em 24 meses, devemos ter um grande impulso em nossas vendas".

O programa Crediário Caixa Fácil é direcionado apenas a viagens dentro do Brasil e deve começar a ser trabalhado, segundo o vice-presidente Fábio Lenza, duas semanas após a assinatura dos contratos em definitivo.

veja também