Projeto deseja transferir a Capital do Brasil para Porto Seguro (BA)

Projeto deseja transferir a Capital do Brasil para Porto Seguro (BA)

Atualizado: Segunda-feira, 20 Abril de 2009 as 12

Após 247 anos da sede administrativa da Colônia Portuguesa ter sido transferida de Salvador para o Rio de janeiro, a Bahia pode voltar a sediar a Capital do Brasil. Essa proposta foi apresentada pela deputada federal, Lídice da Mata (PSB/BA), à Câmara em Projeto de Lei que dispõe sobre a transferência simbólica da Capital da República para a cidade de Porto Seguro, todo dia 22 de abril, data que marca o descobrimento do Brasil. De acordo com a parlamentar, a iniciativa busca fazer um resgate deste marco nacional, valorizando a história dos primeiros habitantes, os indígenas, com especial destaque à diversidade étnica e cultural que formou a nação brasileira.

Lídice explica, que esse projeto contribui para a formação de uma identidade nacional, suscitando reflexões coletivas sobre esse momento histórico. A deputada lembra que a Bahia já realiza ato semelhante, todo dia 25 de junho, quando transfere oficialmente a Capital para Cachoeira, cidade histórica do Recôncavo, em uma reverência aos heróis da independência da Bahia, que iniciaram, nesta data, a resistência ao domínio Português. Essa medida foi apresentada pela parlamentar, quando exercia o mandato estadual, mas não foi aprovada, entretanto o Governador Jaques Wagner, inspirado em sua iniciativa, encaminhou à Assembléia, projeto de lei nesse sentido, que foi aprovado.

Além do ganho histórico, a deputada Lídice destaca o incremento econômico que a medida trará para a Região Sul da Bahia. Segundo a parlamentar Porto Seguro "foi capaz de construir um dos destinos turístico mais moderno, próspero e eficiente do Brasil, e muito terá a oferecer e a ganhar com as medidas propostas por este projeto de Lei", argumenta.

Para a socialista ao reverenciar o berço do seu nascimento o Estado Brasileiro estará estimulando novas oportunidades de emprego e renda, com fortes impactos positivos sobre a economia de toda Região Sul. "A Bahia e Porto Seguro são ricas em beleza naturais e culturais e um povo guerreiro que certamente se mobilizará, assim como fizeram no 2 de julho, para que a Nossa Terra Mãe, seja prestigiada nessa data simbólica".

A deputada acredita que a aprovação do projeto será uma demonstração de carinho e atenção do Congresso Nacional e do Governo Federal, com o Nordeste, região que ficou por longos períodos abandonada pelos poderes públicos, sendo fruto de exploração e enriquecimento do coronelismo. "Somente com um governo popular como o do presidente Lula o Nordeste volta ter atenção e não é sem motivo  que ele goza em nessa Região de alto índice de aprovação, e, certamente, o povo baiano e nordestino saberá reconhecer essa atenção", considera.

De acordo com Lídice esta será também uma oportunidade para apagar as marcas deixadas pela comemoração dos 500 anos do Brasil, em 2000, que de forma violenta excluiu os indígenas, os negros e o Movimento dos Sem Terra dos festejos. Na época os governos do Estado e Federal reproduziram a visão elitista que durante muito tempo vigorou no país. "Quando defrontados com a necessidade de celebrar o nascimento de nossa Nação, o Estado revela a sua incapacidade de incluir o povo brasileiro naquele acontecimento", relembra.

veja também