Protesto contra "excesso de turistas" suspende voos na Ilha de Páscoa

Protesto contra "excesso de turistas" suspende voos na Ilha de Páscoa

Atualizado: Terça-feira, 18 Agosto de 2009 as 12

Os voos para a ilha chilena de Páscoa, no sul do Pacífico, foram suspensos temporariamente no domingo, 16 de agosto, e nesta segunda-feira, dia 18, após o bloqueio do único aeroporto da ilha por manifestantes que denunciam um fluxo turístico e migratório excessivo, anunciaram as autoridades locais.

O movimento, que levou no domingo à ocupação da pista do aeroporto de Mataveri por cerca de 20 pessoas, acabou nesta segunda-feira, e "o aeroporto está plenamente operacional", declarou à imprensa o secrertário de Estado do Interior, Patricio Rosende, na capital chilena.

Uma fonte da prefeitura da ilha, que não quis ser identificada, confirmou por telefone à AFP o fim do bloqueio.

Segundo a companhia aérea Lan Chile, a única a fazer a ligação com a Ilha de Páscoa, quase 600 passageiros foram afetados pela suspensão dos voos e o isolamento aéreo da ilha.

A Ilha de Páscoa tem menos de 5.000 habitantes, mas recebe 50 mil turistas a cada ano.

veja também