Que tal curtir uma fazenda na Europa?

Que tal curtir uma fazenda na Europa?

Atualizado: Segunda-feira, 9 Maio de 2011 as 9:03

Cuidar dos animais, ajudar na plantação, preparar um delicioso almoço: agroturismo oferece férias diferentes na Europa para quem quer fugir da correria e do estresse das cidades grandes

Imagine hospedar-se em uma fazenda no interior da Europa, na companhia de uma família típica da região, como se fosse um deles. Essa á a definição do agroturismo, atividade que se expandiu nos últimos anos, especialmente na Itália e na França.

Para quem está procurando tranquilidade, essa pode ser uma boa opção. Além de fugir do estresse e da correria das grandes cidades, você vive uma experiência diferente e seu bolso agradece, já que algumas fazendas oferecem pacotes semanais muito mais baratos que em um hotel. Confira algumas alternativas em vários países:

A Toscana é uma das mais animadas províncias da Itália, onde todos os meses ocorrem festivais e eventos folclóricos. A Villa Podere Felceto está bem no meio dessa famosa região produtora do vinho Chianti Clássico. A fazenda é comandada pelo casal Roberto e Jussara Del Mastio. Ele, fiorentino, ela, paulistana. Por ter nascido e morado por aqui, Jussara sabe como receber bem os conterrâneos.

O grande barato desse lugar é meter a mão na massa literalmente. Ou seja, na cozinha. Você pode se aventurar no fogão com ingredientes do lugar tal qual fosse uma legítima mamma italiana. Os anfitriões auxiliam e ensinam receitas e modos de fazer os principais pratos regionais da Toscana. Só isso já atrai muita gente ansiosa por criar e recriar os inconfundíveis sabores da gastronomia italiana. E se não der certo? Bem, no caso de suas habilidades como chef falharem, é só pedir à Jussara que ela contrata um especialista no assunto por valores a partir de & Além disso, a fazenda é produtora de oliveiras, matéria-prima para a produção do azeite extravirgem. Uma experiência única é agendar a viagem para novembro, época em que ocorre a safra de olivas. Nela, o hóspede pode assistir de perto a todo o processo de produção do azeite, desde a colheita, a retirada do suco das azeitonas até a chegada do produto à mesa.

E os vinhos? Basta pedir aos anfitriões que eles agendam um tour para degustar os bons tintos fabricados nas propriedades vizinhas.

São 80 hectares de terra arável o equivalente a 11 estádios do Maracanã lado a lado. A Blounts Court Farm é uma imensidão de paz e natureza, onde os rituais dão o tom. Por exemplo, logo ao entrar na casa, o visitante é recebido pelo casal Colin e Caroline com a chamada & A principal atração da fazenda inglesa, no entanto, é outra. Durante a estadia é possível aprender a jogar críquete esporte tradicional que é fortíssimo não só na Inglaterra, mas em boa parte das ex-colônias britânicas, como Índia e Austrália. Há um campo dessa modalidade no lado de trás da casa. Basta querer e o casal ensina desde as regras até os macetes para jogar bem, sem cobrar absolutamente nada por isso. Afinal, são fãs inveterados do esporte.

Se a paz e as pequenas descobertas como essa do críquete já agradam, as atrações ao redor tornam Blounts Court Farm um lugar pra lá de especial. De carro, gastam-se 20 minutos para chegar aos célebres Stonehenge e Avebury. O Stonehenge é um misterioso monumento de pedras construído há mais de 3 mil anos. Avebury é é mais velho ainda: foi erguido a mais de 5 mil anos, composto por diversos monólitos, que formam enormes círculos. Além disso, o turista pode visitar outros lugares pela região, como o Parque de Stourhead. Lá foi filmado Barry Lyndon, do diretor Stanley Kubrick. Imperdível.

A Irlanda foi um país agrário durante séculos. A herança histórica disso inclui o turismo rural: muitos proprietários abriram suas casas para quem quiser conhecer e experimentar como é a vida no campo. É o caso da Croan Cottages, que fica próxima à cidade medieval de Kilkenny. A fazenda produz vegetais e frutas para consumo próprio, além de ter criações de pavões, faisões, patos, ovelhas e outros um sucesso entre as crianças, que podem alimentá-los sempre que quiserem.

Quem recebe os visitantes é o casal Francis e Niamh. Antes de tudo, eles dão um guia com as opções do que fazer na região para quem não quiser passar o tempo todo cuidando de animais e hortas. Entre uma e outra porção de alfafa jogada aos cavalos, você pode sair para dar uma voltinha pelo condado: há castelos, igrejas e monastérios para apreciar. Sem contar os diversos eventos e festivais que ocorrem nas proximidades da fazenda.

Outro diferencial é que, se você decidir viajar com seu cão, ele será bem-vindo na fazenda, que tem toda a estrutura para receber animais de estimação.

La Muscadelle Bergerac, França

A hospitalidade é um grande diferencial nesse recanto francês, que, ironicamente, é conduzido por um casal britânico. Os ingleses Brenda e Mark trocaram as atividades normais de fazendeiros para se dedicar exclusivamente a receber hóspedes e levá-los a uma experiência um pouco diferente daquela oferecida a quem prefere um simples hotel ou resort.

A fazenda do casal não produz muita coisa, é preciso alertar. Mas, em compensação, eles levam o visitante a cada uma das vinícolas nos arredores. Como ali todo mundo se conhece, espere ser tratado como um & Além disso, de modo bastante informal, Brenda, Mark e seus vizinhos ensinam ao hóspede com é a fabricação de vinhos, mostrando na prática cada parte do processo. A ideia é que você volte para casa não apenas com boas lembranças (como ocorre com um turista tradicional), mas com os costumes, tradições e conhecimentos do lugar enraizados na alma.

Não bastasse essa imersão cultural, Brenda e Mark indicam os melhores restaurantes, de comidas típicas, onde você pode provar o patê de fígado de ganso e o peito de pato orgulhos da gastronomia do sul da França. Também introduzem os estrangeiros ao famoso Castelo de Monbazillac, que é aberto à visitação. Aliás, ele fica tão perto que pode ser visto do terraço de onde é servido o café da manhã da fazenda.

Os italianos têm a fama de ser um povo alegre e muito receptivo. E é exatamente isso que acontece em Fattoria Armena. Os turistas são recepcionados pelo casal Stefania e Alessandro que, uma vez por semana, prepara uma grande festa com comida e vinho produzidos por eles próprios. A fazenda, no topo de uma montanha, permite uma visão privilegiada da região da Toscana.

Durante a estadia, o hóspede pode ajudar os anfitriões a alimentar os animais da fazenda, colher os ovos, ou até mesmo enlatar tomates. Você tem a chance, ainda, de assistir a uma aula de culinária com Stefania e aprender a preparar uma tradicional refeição toscana. Tudo isso sem custo extra.

Além de participar do dia a dia da estância, o visitante pode relaxar na piscina que permite vista panorâmica dos vinhedos ou então explorar a região, já que há diversas cidades e vinícolas no entorno. Entre algumas opções, está a medieval Siena e a badalada Florença um dos principais centros culturais da Itália.

Quem se hospeda na Fattoria Armena também é orientado caso queira visitar outros produtores de vinhos locais, especialmente na região de Chianti, distante uma hora de carro (mais informações em tuscanwinetours.net). Desses, o mais célebre é o castelo de Montalcino, onde é produzido o famoso vinho Brunello di Montalcino. Após desvendar cada minúcia da vinícola, o visitante ganha uma degustação e um almoço

veja também