Receita com turistas estrangeiros deve aumentar 55% no País até a Copa 2014

Receita com turistas estrangeiros deve aumentar 55% no País até a Copa 2014

Atualizado: Terça-feira, 22 Junho de 2010 as 12:08

A receita do País com turistas estrangeiros deve passar de R$ 6,3 bilhões para R$ 8,9 bilhões até 2014, ano em que a Copa do Mundo será realizada em 12 cidades-sede brasileiras, estimam o Ministério do Turismo e entidades do setor. Documento divulgado na última segunda-feira, durante a reunião do CNT (Conselho Nacional de Turismo), projeta um crescimento de 55% no faturamento com a vinda de turistas do exterior para o Brasil.

O documento contém ainda uma estimativa de geração de emprego no setor até 2014. Segundo projeção do Ministério do Turismo e de entidades da área, o país deve criar dois milhões de vagas formais e informais no mercado de trabalho nos próximos quatro anos.

A estudo também prevê um salto nos desembarques domésticos, que devem passar de 56 milhões em 2009 para 73 milhões em 2014.

De acordo com o ministro do Turismo, Luiz Baretto, essas estimativas foram feitas baseadas em um cenário de crescimento do Brasil e do restante do mundo. Paralelamente, ele apontou os gargalos que o país deve superar para alcançar esse desempenho no fluxo de turismo internacional e nacional. Os principais são os de infraestrutura aeroportuária, qualificação profissional e melhoria da rede hoteleira.

Além das projeções, o documento aponta quais medidas devem ser tomadas para atrair mais estrangeiros e estimular o turismo nacional até o Mundial de futebol. No setor aéreo, por exemplo, as propostas apontam para investimento na aviação doméstica e criação de mais rotas na América do Sul.

"A aviação doméstica cresceu em torno de 30% nos primeiros quatro meses de 2010. É um grande desafio dar conta desse crescimento. A Copa nos ajuda nesse sentido, pois vai ocorrer em junho de 2014. Não vai mudar de data e isso vai nos obrigar [a cumprir o planejamento]", afirmou Barretto.

Atualmente, o Brasil é o sétimo país que mais recebe eventos internacionais e de negócio e também figura na lista dos 30 destinos turísticos mundiais mais procurados.

veja também