Refúgio a 200 km de Londres, Sherborne tem castelos e piratas

Refúgio a 200 km de Londres, Sherborne tem castelos e piratas

Atualizado: Quinta-feira, 1 Abril de 2010 as 12

A 200 km de Londres, imagine uma viagem avistando castelos, jardins debruçados em lagos e uma abadia do século 16, cujas origens mergulham até o ano 705 d.C., onde a luz interna é filtrada por vitrais ancestrais.

E considere passear em ruazinhas de traçado medieval em que o casario de pedra cinzenta divide espaço com canteiros e árvores centenárias.

Os ingleses se jactam da beleza de sua paisagem campestre --o "countryside"--, e Sherborne, na região de Dorset, cidade de 9.300 habitantes margeada pelo rio Yeo, a sudoeste de Londres, conserva os marcos arquitetônicos, as iguarias, os hábitos do passado e, de quebra, é sede de animadas mostras de flores, jardinagem, música, cinema, carros antigos etc.

Reserve de dois a três dias para essa viagem. Além de visitar a abadia e os castelos de Sherborne -cujas histórias de algum modo são ligadas ao aventureiro sir Walter Raleigh-, veja, nos arredores, o aristocrático jardim de Stourhead, um dos mais belos da Inglaterra.

Os lares do pirata

Os castelos de Sherborne são dois. O mais velho, uma imponente fortaleza em ruínas, atravessou todas as fases da história da cidade e da própria Inglaterra: edificado no século 12, foi presenteado a Raleigh pela rainha Elizabeth 1ª, em 1594, e, em 1618, invadido por Oliver Cromwell na Guerra Civil Inglesa (1641-1651).

Reza a lenda local que, ao ocupar essa velha propriedade, há mais de 400 anos, Walter Raleigh olhou pela janela e, do outro lado do lago adjacente, vislumbrou numa casinha de caça o lugar onde construiria seu "novo" Sherborne Castle.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também