Roma reabre Casa das Virgens Vestais à visitação

Roma reabre Casa das Virgens Vestais à visitação

Atualizado: Quarta-feira, 2 Fevereiro de 2011 as 2:13

Roma tem mais uma atração para os turistas em busca de tesouros da Antiguidade. Na última semana, a capital italiana abriu para visitação a Casa das Virgens Vestais, construção anexa ao Forum Romano, que esteve fechada por 20 anos, após longas obras de recuperação. Agora, os visitantes podem caminhar pelo amplo jardim da construção e apreciar de perto as estátuas de bronze, dedicadas a divindades romanas, o que só podia ser feito à distância.

O sítio arqueológico faz parte do mais novo itinerário turístico, pelo Monte Palatino, que inclui também o Templo de Vesta. Este conjunto arquitetônico, conhecido também como Atrium Vestae, é um dos mais antigos da capital italiana, com a construção iniciada por volta do século V a.C. Nele se venerava Vesta, a deusa romana do fogo e do lar. A função das seis virgens que viviam no templo era cuidar para que o fogo sagrado de Vesta nunca se apagasse. As vestais eram filhas de famílias nobres da cidade, escolhidas ainda crianças para o ofício. A casa foi reconstruída após o incêndio de Nero, no ano 64 d.C, e restaurada durante o período do imperador Septimus Severus, entre 193 d.C. e 211 d.C.

Outro símbolo da Antiguidade romana que em breve passará por obras é o Coliseu. A restauração, orçada inicialmente em 25 milhões de euros (cerca de R$ 57 milhões), será custeada por uma fabricante italiana de sapatos de luxo Tod's. A obra deve começar no final de 2011 e avançar por dois anos e meio. A arena, do ano 80 d.C., atrai 6 milhões de turistas anualmente, mas sua estrutura está afetada pela poluição do pesado trânsito romano e pelas vibrações de uma linha do metrô que passa nas proximidades. O monumento deve permanecer aberto à visitação durante o período de reformas.

Esse é o maior caso de financiamento de reformas de monumentos arqueológicos italianos por uma empresa privada. E, apesar de o prefeito romano Diego Della Valle, esperar que a iniciativa sirva de inspiração para outros empresários, já avisou que não permitirá propaganda da marca de calçados no Coliseu durante as obras.

veja também