Romântica, Monte Verde (MG) é para quem busca sossego

Romântica, Monte Verde (MG) é para quem busca sossego

Atualizado: Quarta-feira, 15 Julho de 2009 as 12

Basta a temperatura baixar para a Serra da Mantiqueira virar sinônimo de badalação. Mas não em Monte Verde.

Na mesma altitude de Campos do Jordão, só que do lado mineiro da fronteira, o vilarejo de 4.000 habitantes conserva um estilo pacato, mas não menos romântico e agradável para passar as férias de inverno.

Cheio de pousadas com inspiração alpina, não há muito a se fazer por lá. Mas esse é justamente o principal atrativo de Monte Verde.

Boa pedida para casais em busca de sossego, o distrito do município de Camanducaia é também destino certo para amantes da natureza.

A 1.554 m de altitude, é cercada por montanhas com araucárias. Nessa época, as temperaturas ficam negativas na madrugada, fazendo com que a vegetação fique, por algumas horas, branca de geada. Por isso, os mineiros já apelidaram o vilarejo de "Suíça de Minas".

A alcunha também vem da história. O vilarejo foi fundado em 1938 por um casal de imigrantes da Letônia, os Grinberg, cujo sobrenome significa justamente Monte Verde. Há muitos passeios, sobretudo montanha acima.

Após uma hora e meia de caminhada, chega-se à Pedra Partida, a 2.050 m de altitude, com bela vista da Serra da Mantiqueira.

Outras trilhas levam ao Chapéu do Bispo e à Pedra Redonda. Mesmo pequena, Monte Verde também oferece bons restaurantes, que mesclam a tradicional gastronomia mineira aos sabores da cozinha internacional. Um dos destaques são os pratos à base de truta, peixe de águas frias.

veja também