"Rota do açúcar" integra turismo de Alagoas, Pernambuco e Paraíba

"Rota do açúcar" integra turismo de Alagoas, Pernambuco e Paraíba

Atualizado: Quarta-feira, 5 Agosto de 2009 as 12

Um novo roteiro de turismo reúne um recorte importante da história do Brasil e promete encantar pelo artesanato e pelas belezas naturais das regiões visitadas. É assim o recém-lançado ''Roteiro Integrado da Civilização do Açúcar'', uma opção que reúne os estados de Pernambuco, Alagoas e Paraíba.

''Esse é um projeto trabalhado desde 2005 que procura ampliar a gama de produtos oferecidos ao turista que visita o Nordeste. O objetivo é oferecer atividades diferentes do que o turismo de sol e praia, que é comum na região. Os pontos turísticos escolhidos interiorizam o passeio do visitante nos estados e busca resgatar os engenhos e a história da civilização do açúcar'', disse ao G1 Rosiane Rockenbach, coordenadora geral de segmentação do Ministério do Turismo.

Para Isaac Batista, diretor da Mais Brasil Turismo, na Paraíba, e membro do Comitê Gestor do Roteiro, o grande atrativo da rota é o resgate histórico do processo produtivo do açúcar no Brasil. "O turista vai conhecer todas as etapas desse processo que foi tão importante para a economia brasileira, desde o plantio da cana-de-açúcar, passando pelos engenhos, até chegar nas modernas usinas de produção de açúcar e álcool", afirma. Os roteiros podem, segundo ele, ser iniciados em qualquer ponto do percurso.

O projeto completo, que será finalizado só em 2010, prevê visitas a 21 cidades nos três estados (veja no mapa abaixo). A surpresa é com relação ao tempo necessário para realizar o percurso de mais de 800 quilômetros. É preciso dispor, em média, de 15 dias para passar por todos os pontos previstos. Mas quem está interessado em começar o passeio já pode optar por percursos de um dia.

''Sabemos que seria difícil para o turista reservar todos esses dias das suas férias para percorrer todo o roteiro. Por isso, nossa ideia é propor um cardápio de atrativos em que os visitantes comecem por onde quiserem e visitem as cidades por partes. Todos os trechos do roteiro serão identificados como parte de um todo mais completo, para dar ao turista vontade de voltar'', explica Jair Galvão Neto, diretor de destinos e produtos da Secretaria de Turismo de Alagoas.

Entre os passeios mais "inusitados", se levadas em consideração as atrações tradicionais das viagens de férias, estão as visitas a engenhos de açúcar, degustações de cachaças e rapaduras e a visita, em Alagoas, ao Quilombo dos Palmares.

Na Paraíba, é possível conhecer o que é produzido a partir do açúcar que sai dos engenhos, com degustação de cachaça, rapadura e açúcar mascavo, além de doces produzidos na região. Em Alagoas, além da riqueza do artesanato produzido localmente, a rota mostra a modernização dos antigos engenhos e as usinas de produção de açúcar e álcool.

"O projeto da rota tem como uma de suas prioridades incentivar a população local no resgate de sua história como fonte de renda. É o conceito do turismo sustentável", diz Beatriz Dantas, da Luau Turismo, em Alagoas.

Os passeios ainda não são oferecidos em um pacote unificado nos três estados, mas é possível fechar passeios com operadoras de qualquer dos três estados. A duração mínima da rota é de um dia, com um custo de R$ 95 por pessoa. Para traçar sua rota personalizada procure as secretarias de turismo dos estados e se informe sobre as operadoras de turismo autorizadas.

veja também