Saiba mais sobre Salta (América Latina)

Saiba mais sobre Salta (América Latina)

Atualizado: Quarta-feira, 22 Julho de 2009 as 12

As distintas paisagens da região estendem-se do frio dos Andes até as florestas subtropicais. A província de Salta localiza-se a noroeste da república Argentina. Faz divisa com três países: Chile, Bolívia e Paraguai; e seis províncias argentinas: Jujuy, Formosa, Chaco, Santiago Del Estero, Tucumán e Catamarca.

Em Salta, existem vários atrativos culturais, como a Catedral, a igreja de São Francisco e o museu arqueológico. A hospitalidade e receptividade do povo saltenho é expressiva e se traduz também através da música folclórica , que pode ser apreciada nos diversos bares e pubs da cidade.

Durante a viagem até Cafayate, localizada na região sul, aprecia-se um visual de serras, montanhas e interessantes formações rochosas, como o "Anfiteatro". Já na província de Jujuy, destacam-se Humahuaca e Purmamarca, com paisagens impressionantes. São montanhas multicoloridas e um deserto repleto de cactos.

Entre os meses de abril a novembro, o famoso Trem das Núvens parte de Salta até San Antônio de los Cobres, alcançando 4.400 metros de altitude. Uma magnífica obra de engenharia ferroviária, única pelas suas pontes, túneis, zigue-zagues, rolos e viadutos. Se você tem interesse arqueológico, existem vários sítios para se visitar na região.

Para os mais aventureiros, existem opções de trekking na região de Campo Quijano, pelos cerros em Purmamarca, além de rafting, off road e passeios de bicicleta. Há ainda os salares a noroeste de Salta, como o Arizaro, Povitos e Incahuasi.

Jujuy: uma cidade rica em história, com igrejas e fortes a serem visitados. Jujuy, hoje, é uma grande cidade, com toda infra-estrutura necessária para atender ao viajante.

Purmamarca: marcada por espetaculares montes de cores únicas em todo o país, a fisionomia desta charmosa localidade se mantém intacta desde o século XIX. Nos finais de semana, a praça central dá lugar a uma bela feira artesanal com produtos típicos da cidade.

Vinícolas: uma atividade que vem crescendo muito em todas as fazendas da região norte da Argentina é a produção de vinhos. Nestas fazendas, com muito conforto e requinte, são feitas degustações dos vinhos ali produzidos. Várias delas já contam com estrutura para hospedagem e dispõem de grandes e belas áreas para caminhadas.

San Lorenzo: a 14 Km da cidade está a vila de San Lorenzo, um lugar muito procurado devido aos seus reconhecidos serviços de hotelaria e gastronomia. Os casarões antigos em meio às modernas obras dão um toque de paz e de elegância. A exuberante selva e o riacho cristalino que atravessa o sopé da montanha de San Lorenzo alternam o clima de natureza e urbanização.

Iruya: entre as montanhas e parado no tempo está o povoado de Uruya. Sua arquitetura diz muito a respeito da forma de vida de seu povo, muito diferente do agito das grande cidades. Como se estivesse saindo de um postal, Iruya é um convite ao descanso e à meditação, mas também à admiração, através de cavalgadas e trekkings.

Santa Rosa de Tastil: quase invisível e protegida por sua localização estratégica, a população de cultura andina emerge no alto das colinas de Santa Rosa de Tastil, a 3.200 metros de altitude. Tastil é um dos povoados pré-incaicos de estrutura urbana mais completa do Noroeste da Argentina. Suas ruas formam um labirinto que convergem para o centro, em uma espécie de praça. As ruínas que podem ser vistas atualmente são construções de pedra, cujos tetos eram de couro e tecidos de lã de ovelha e lhama. Algumas esculturas talhadas em pedra com motivos geométricos, humanos e de animais,que são consideradas sagradas, também podem ser apreciadas. Lá, existe um museu informativo.

Trem das Nuvens: Salta é reconhecida mundialmente por esta magnifica obra de engenharia. Ao todo, são 19 túneis e 29 pontes para que o trem possa atravessar toda a Cordilheira dos Andes. Ele parte da cidade de Salta, a 1.187 metros de altitude e chega aos 4.200 metros, no Viaduto de Polvorilla. É o 3º maior trem em altura do mundo e permite o transporte das cargas de Salta e região até o Oceano Pacífico.

Termas de Rosario da Fronteira: situadas a 180 Km da cidade de Salta, é o complexo turístico termal mais antigo da América do Sul, construído em 1880. Fica nas propriedades do Hotel de mesmo nome, mas podem ser visitadas por qualquer pessoa, mesmo não sendo hóspedes. Suas águas são muito conhecidas por terem um forte poder curativo.

Dique Cabra Corral: navegação, mergulho, rafting, bungee jump, tirolesa, montanhismo, cavalgadas, mountain bike, passeios históricos... a oferta turística no Dique Cabra Corral é abundante. As atividades esportivas que podem ser realizadas nesta região, entre as montanhas e o espelho d'água, são todas aquelas que sua imaginação é capaz de criar. O dique é a principal reserva hídrica do noroeste argentino, fica a 65 Km do centro da cidade e tem infra-estrutura turística completa, com equipamentos, guias, hotéis e restaurantes.

Cayafate: dona de uma das paisagens mais impressionantes do país, Cayafate revela uma série de formações naturais, como o famoso cânion "Garganta do Diabo", as montanhas "Anfiteatro" (assim nomeadas devido à sua acústica) e as dunas. A cidade exibe o estilo colonial e barroco dos fins do século XIX nas suas construções históricas. Hoje em dia, é um dos destinos mais procurados na região de Salta por sua extrema beleza e peculiaridade.

Principais atrações

Cachi: situado a 157 Km de Salta e a 2.280 metros de altitude, Cachi é um bálsamo para o espírito. Com uma população agradável e receptiva, onde todos se conhecem e protegem juntos mais de 100 sítios arqueológicos, Cachi parece ter parado no tempo. Várias construções históricas se espalham pelo vilarejo e alguns cumes nevados podem ser vistos caminhando pela cidade.

Parque Nacional Los Cardones: a 100 Km de Salta, esse parque nacional é um dos principais da Argentina, devido às suas ricas flora e fauna. A vegetação predominante é composta pelo cardón (daí o nome), uma árvore que alcança 3 metros e 300 anos de idade.

Costa do Bispo: é um caminho, um caracol de 20 Km morro acima, com barrancos, precipícios e as nuvens aos pés, pela Costa do Bispo, com chegada na Pedra do Moinho, a 3.620 metros de altitude. O trajeto passa por La Herradura, o primeiro local onde foi descoberto urânio em Salta, e pelo Vale Encantado, uma das principais atrações da região.

Vale Lembrar

Aventura: para aqueles que gostam de emoções diferentes, existe a opção do roteiro com o Movitrack, um caminhão adaptado para o turismo na região. Veja mais detalhes e fotos: http://www.movitrack.com.ar. Pode ser realizado o trekking na região de Campo Quijano, com pernoite na Estância El Manantial ou trekking pelos cerros em Purmamarca, com pernoite no hotel Del Silencio; passeios de montain bike, rafting no rio Juramento ou cavalgada. Ou ainda visita aos salares localizados a noroeste de Salta: Arizaro, Povitos e Incahuasi e conjugar o roteiro com o Deserto de Atacama, em veículo 4 x 4.

Ligações para o Brasil: para realizar chamadas a cobrar, utilize os códigos da Argentina: 0800 9995500 ou 0800 9995503 da Telefônica, ou 0800 5555500 da Telecom, depois escolha o idioma no qual deseja ser atendido e por último escolha uma das opções de ligação:

1- Ligações automáticas;

2- Ligações com cartão telefônico;

3- Ligações com auxílio de operador.

Noite em Salta: existem algumas boas opções de restaurantes, bares com música ao vivo e até danceterias na cidade, para aqueles que gostam de mais agito.

Trem das Nuvens: o famoso TREM DAS NUVENS não está em operação, devido a manutenção ferroviária. Se você tem interesse em conhecer esta fantástica engenharia e o visual único, programe-se para o melhor período e faça com o Movitrak.

veja também