Salsa, praias e culinária dão o tom de Porto Rico

Salsa, praias e culinária dão o tom de Porto Rico

Fonte: Atualizado: sábado, 29 de março de 2014 03:28

No title Conhecida como Borikén pelos índios taínos, que habitavam a ilha antes da chegada de Cristóvão Colombo, Porto Rico preserva um dos mais ricos centros históricos do Caribe.

Com mais de 500 km de praias, interior montanhoso e cultura própria, poucos que visitam a ilha discordam de seu apelido: "isla del encanto".

Política x identidade

Chamado oficialmente de Estado Livre Associado de Porto Rico, é território autônomo dos EUA desde 1952. O status político é motivo de certa confusão para os visitantes, e é inevitável que o tema venha à tona --mais por iniciativa do turista do que dos porto-riquenhos, que se tornaram cidadãos estadunidenses já em 1917.

Os moradores se dividem entre os que apoiam a manutenção do status atual e os que defendem o aprofundamento dos laços com os EUA, com a incorporação definitiva da ilha como 51º Estado norte-americano.

Laços com o tio Sam

Mesmo com a profusão de redes fast food, shoppings, outlets e letreiros em inglês, ficam evidentes na cultura local mais do que apenas traços das influências africanas, europeias, indígenas e do próprio Caribe, que se amalgamaram para formar a sociedade porto-riquenha contemporânea.

Criada por imigrantes porto-riquenhos e cubanos, a salsa é o ritmo pelo qual a ilha é reconhecida internacionalmente. Apesar disso, até recentemente havia um deficit de espaços para dançar ao som de grupos como a Sonora Ponceña e El Gran Combo em San Juan.

Amantes do ritmo comemoraram a inauguração da mais nova casa de shows e restaurante, a Latin Roots, no último mês de novembro. No coração da velha San Juan, a casa já recebeu grupos tradicionais. A gastronomia, num primeiro momento, não parece muito promissora. Mas há restaurantes, principalmente em San Juan, que trabalham bem a fusão de ingredientes, em que frutos do mar costumam aparecer ao lado de carnes. Mais típico e menos sofisticado é o mofongo, feito a base de banana-da-terra cozida e amassada.

Tão presente no cotidiano da ilha quanto a culinária é o rum. Nos subúrbios de San Juan é possível fazer uma visita guiada e gratuita à fábrica do rum Bacardi, e conhecer um pouco da história da bebida e da marca.

Por: Pedro Carrilho

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições