SALVADOR - Bahia

SALVADOR - Bahia

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2005 as 12

Por: Cesar Greco

Diversos atrativos esperam o turista em Salvador. De belas praias aos fortes, casarões, bairros e igrejas históricas que transformam o município em uma cidade acolhedora e cheia de tempero que só a baiana tem.

O destino esbanja belezas naturais e históricas de grande importância. Em alguns locais turísticos o visitante tem impressão de voltar ao passado.

Salvador possui várias praias e abriga um dos carnavais mais alegres em todo o país, além de sua culinária típica que oferece pratos de sabor peculiar que utilizam ingredientes bastante originais.

O melhor de Salvador certamente é conhecer os monumentos históricos, as igrejas, todo o ambiente de grande religiosidade e de várias crenças, provar das guloseimas típicas e ainda tomar um bom banho de mar e aproveitar a receptividade do sossegado povo baiano.

Outra dica interessante para o turista é não perder a chance de visitar os diversos destinos turísticos próximos a Salvador.

PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS

Pelourinho

O turista que chega ao Pelourinho tem a nítida impressão de que voltou no tempo. São ruas estreitas ocupadas por casarões dos primórdios de Salvador.

O local é deslumbrante e abriga importantes museus da cidade, além da Igreja de Nossa Senhora dos Rosários dos Pretos.

O Pelourinho é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN e considerado pela UNESCO Patrimônio Cultural da Humanidade.

Igreja de Nossa Senhora dos Rosário dos Pretos

Localizada no Largo do Pelourinho é datada de 1704. Sua construção durou quase um século e foi iniciada pela Irmandade dos Homens Pretos do Pelourinho.

Museu Abelardo Rodrigues

Também localizado no Pelourinho, o museu possui a maior coleção de imagens de santos do Nordeste. Possui peças dos séculos XVII, XVIII e XIX.

Fundação Casa de Jorge Amado

Expõe coleção documental da vida e obra do escritor baiano. Possui livros, fotografias e teses sobre a bibliografia do romancista. A fundação fica no Pelourinho.

Museu da Cidade

Exibe objetos da cultura de Salvador nos seus 450 anos. Como destaque apresenta a cadeira da ialorixá Mãe Menininha do Gantois.

Museu das Portas do Carmo

O museu expõe parte da muralha que cercava a cidade no século XVII e peças de armaria antiga.

Igreja do Santíssimo Sacramento

Datada de 1736, possui bela escadaria frontal e azulejos portugueses e trabalhos em talha neoclássica em seu interior.

Elevador Lacerda

Edificação muita conhecida em Salvador, sua construção foi iniciada em 1873. Inicialmente o elevador foi chamado de Elevador da Conceição. Em 1930 recebeu o nome de seu criador, o engenheiro Antonio de Lacerda. O turista que o utiliza tem ótima vista panorâmica da cidade.

O turista pode visitar ainda os Fortes de São Pedro, de Santo Antônio da Barra, de São Diogo, de Santa Maria, São Marcelo, Santo Alberto, de Santo Antônio Além do Carmo, de Nossa Senhora de Monte Serrat e o Forte do Barbalho.

Praia de Boa Viagem

De mar calmo e ondas fracas, a praia é conhecida principalmente por ser o ponto de chegada da Procissão Marítima do Bom Jesus dos Navegantes. Lá se encontra a Igreja de Boa Viagem, construção do século XVIII. É ótima para o turista contemplar a vista da cidade e da Baía de Todos os Santos.

Praia de Pituba

Possui recifes, mar calmo e piscinas naturais. O melhor ponto para banho fica perto de onde os pescadores locais aportam suas embarcações. Sua estrutura oferece ao visitante variedade de restaurantes e bares.

Praia de Monte Serrat

Excelente para o turista terminar a tarde assistindo belo pôr-do-sol. Possui águas azuis e lá estão localizados o Farol de Humaitá, a Igreja e Mosteiro de Nossa Senhora do Monte Serrat, construções coloniais do século XVII, e ainda o Forte de Nossa Senhora do Mont Serrat, também do século XVII.

Praia do Porto da Barra

De águas cristalinas e calmas, oferece ao turista boa opção para banhos de mar, mergulho e pesca. O local abriga o Forte de Santa Maria e o Forte de São Diogo, construções do século XVII.

Praia de Itapuã

A mais famosa praia de Salvador. Possui ondas fracas e águas calmas e a formação de piscinas naturais ótima para banhos de mar. Na praia funciona o Projeto Tamar que protege as tartarugas marinhas.

CULTURA DO LOCAL

Carnaval

O carnaval de Salvador é mundialmente conhecido pela dimensão da festa e enorme número de visitante, do Brasil e do mundo, que chegam à cidade em busca de muita diversão. De modo peculiar, os foliões seguem por dias a fio os trios elétricos por entre as ruas de Salvador.

A manifestação possui três circuitos oficiais (Dodô, Osmar e Batatinha) reunindo mais de 200 entidades dividas entre blocos de trio, afros, índios, infantis e alternativos, afoxés, e trios independentes recebendo em média cerca de 800 mil visitantes no período. 

Festa de Yemanjá

A maior manifestação popular religiosa da cidade. No dia 2 de fevereiro, desde a madrugada mães-de-santo, babalorixás, pescadores e turistas cantam em homenagem a Yemanjá dedicando oferendas que são depositadas nas águas da praia do Rio Vermelho.

Festa do Divino Espírito Santo

A mais antiga procissão de Salvador. O intuito da manifestação religiosa é relembrar o ideal de paz e fraternidade. A cerimônia parte da Igreja de Santo Antônio Além do Carmo e percorre as ruas do Centro Histórico.

Dia da Baiana

Festa em homenagem a baiana do acarajé, figura símbolo do povo baiano.

Festa de Nossa Senhora da Conceição da Praia

Realizada desde 1549 principiada pelo primeiro governador-geral do Brasil, Tomé de Sousa, que iniciou a sua devoção na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia.

Lavagem da Igreja de Nossa Senhora de Itapuã

Expressão religiosa do candomblé que sincretiza Nossa Senhora como Yemanjá.

Paixão de Cristo

Encenação da Paixão de Cristo. Acontece nas águas cristalinas do Dique do Tororó.

Artesanato

Tradicional, o artesanato baiano está fundamentado na utilização de matérias primas como a palha, o couro, a cerâmica, a madeira, conchas do mar e sementes.

Inspirados pela atmosfera de Salvador, os artesões optam por temas religiosos em seus trabalhos. Certamente o visitante trará belas lembranças e suvenires.

Gastronomia

A cozinha baiana possui uma vasta variedade de pratos e comidas dedicadas aos "santos". São um misto de sabores e curiosas iguarias sem igual. Com destaque o delicioso Acarajé, uma espécie de bolinho, feito de massa de feijão, que pode ser recheado com camarão seco, Caruru, Vatapá etc.

As comidas levam ingredientes tradicionais como o feijão fradinho, azeite-de-dendê, frutos do mar, carne de sol, camarão e muito mais. Sem dúvida um esplendor de sabores e, claro, não se pode esquecer, tudo com o tempero único da Bahia e pimenta malagueta.

Os nomes dos pratos são bastante curiosos e chegam a formar quase um vocabulário distinto. Veja alguns nomes: a bará, acaçá, Arroz-de-Hauçá, arrumadinho , bobó de camarão , efó , escaldado , galinha de cabidela , jacuba de vaqueiro , lambreta , malassado , maxixe , petitinga , quiabada , sarapatel , xixim de galinha entre outros.

MACEDÔNICO

Oficialmente fundada em 29 de março de 1549, a história de Salvador foi iniciada 48 anos antes, com a descoberta da Baia de Todos os Santos, em 1501. A cidade foi a capital do Brasil entre os anos de 1549 a 1763.

Salvador foi vítima de vários ataques de conquistadores que vinham atraídos pela riqueza e progresso da "Salvador de Todos os Santos" da época.

A cidade é acolhedora como o seu povo e possui estrutura para receber seus milhares de turistas anualmente. Sua população é de pouco mais de 2.630 milhões habitantes.

CLIMA

Localizada entre o Trópico de Capricórnio e a Linha do Equador, Salvador é uma cidade de clima quente e úmido, tipicamente tropical.

Ensolarada, a temperatura média está em torno de 25º C com cerca de 2460 horas de sol anuais e dias claros em todas as estações do ano. Ou seja, própria para diversão do turista que gosta de sol, praia, construções históricas, boa comida e o sossego de Salvador.

CURIOSIDADES

Construída pelos escravos, a igreja de Nossa senhora do Rosário dos Pretos possuindo um cemitério de escravos em seu interior.

Salvador foi escolhida para receber a família real portuguesa quando fugia das investidas de Napoleão, em 1808.

Foi na cidade que o príncipe D. João fundou a primeira faculdade de medicina do Brasil.

O soteropolitano tem seu jeito todo especial de se comunicar, veja algumas gírias: retado, abestalhado, buzu, renca, de junto, bispando, zorra de nada, lavar a jega, duas horas de relógio, comendo com coentro.

As famosas fitinhas do Senhor do Bonfim são chamadas de "medidas", isto porque tinham a medida do comprimento do braço direito da imagem do Senhor do Bonfim.   Leia também

BONITO - Mato Grosso do Sul SALVADOR - Bahia FLORIANÓPOLIS - Encantadora e bela é destino imperdível para o turista OURO PRETO - A histórica Ouro Preto é destino certo para o turista BELÉM - Pará, turismo e atrativos sem iguais AMAZONAS - Apresenta atrativos únicos para os visitantes CAMPOS DO JORDÃO - A ótima opção para curtir o friozinho da serra NATAL - Rio Grande do Norte RIO DE JANEIRO - Destino de beleza natural e muito charme FORTALEZA - Ceará  

veja também