San Francisco renova área de píeres trazendo museu de ciências

San Francisco renova área de píeres trazendo museu de ciências

Atualizado: Quinta-feira, 6 Outubro de 2011 as 9:55

Na entrada de uma baía, compacta e com 700 mil habitantes, San Francisco é, de fato, cosmopolita. Sacudida por terremotos e esquadrinhada por bondes, a metrópole tem redutos essencialmente turísticos, como o Pier 39, à beira-mar, e a praça Union, na parte alta da cidade, que reúne comércio e hotéis chiques.

Em Chinatown, bate o coração chinês. E, formada por hordas de imigrantes que para lá foram desde a Corrida do Ouro, San Francisco tem ainda bairros japonês e italiano e um centro financeiro no entorno do edifício TransAmerica Pyramid, de 48 andares, aberto em 1972.

Uma coleção de museus, como o SFMoMa (www.sfmoma.org), o Jewish (www.thecjm.org), o California Academy of Sciencies (www.calacademy.org) e o Walt Disney Family (www.waltdisney.org) espelha multiculturalismo. Mas é na área dos píeres que a cidade engendra nova transformação.

Ali, cientistas e artistas trabalham para que, em 2013, o Exploratorium (www.exploratorium.edu), dinâmico museu de ciências, se mude para o píer 15, ocupando ainda, com equipamento multifuncional, o armazém ao lado, no píer 17.

VENTOS NOVOS

Galerias estão sendo criadas desde 2004 e, quando o Exploratorium se mudar, terá observatório celeste e monitoramento da água da baía. Segundo urbanistas, após o terremoto de 1989, San Francisco está se movendo para o sul e para perto da da baía.

Assim, na área de Embarcardero, decadente nos anos 1960, a onda de regeneração urbana deve dotar "Frisco" de nova "sala de visitas." Noutras épocas, quando a região fervilhava, um "bon vivant" declarou "I never saw so many well-dressed, well feed, business looking bohemians in my life''. A frase, de Oscar Wilde (1854-1900), testemunha o chiquê e os hábitos boêmios de burgueses locais no final do século 19.

Hoje, com projetos de diversos calibres em andamento, Embarcadero, que já tem píeres de entretenimento, faz as intervenções preocupada com a sustentabilidade.

Até 1997, quando surgiram os contêineres, 15 píeres foram demolidos (e Oakland virou o porto regional).

Agora, um novo atracadouro para transatlânticos de passageiros será construído. E, para marcar a mudança, a região dos píeres será, segundo Monique Mayer, autoridade portuária de San Francisco, o cenário da chegada da regata internacional America's Cup, em 2013. Clássico, esse torneio terá participantes de nove países --e a China virá pela primeira vez em 33 anos de competição.

veja também