São Luis de Paraitinga (SP): ecoturismo em plena Mata Atlântica

São Luis de Paraitinga (SP): ecoturismo em plena Mata Atlântica

Atualizado: Quarta-feira, 10 Junho de 2009 as 12

Localizada na Serra do Mar, entre Ubatuba e Taubaté, São Luís do Paraitinga é uma cidade encantadora. De arquitetura tipicamente colonial, essa cidade tem seu aspecto cultural bastante desenvolvido. Festas folclóricas, músicas regionais e o artesanato são alguns dos seus atrativos. Além disso, a cidade está cercada pela Mata Atlântica, possibilitando a prática do trekking e o rafting no Rio Paraibuna.

A vegetação é típica da Mata Atlântica. São 5 mil hectares de vegetação nativa, com destaque para o cedro, jequitibá branco, samambaias, bromélias e orquídeas. Com o solo bastante acidentado, a região é rica em recursos hídricos, como cachoeiras, poços d´água, riachos e rios cristalinos.

São Luís do Paraitinga surgiu, junto com mais trinta povoados, para racionalizar a ocupação das terras do vale do Paraíba. A história está presente pelas ruas e casarões antigos e na memória de seus habitantes. O médico sanitarista Oswaldo Cruz nasceu na cidade, motivo de grande orgulho dos moradores da cidade. São Luís do Paraitinga possui o maior conjunto arquitetônico representativo dos séculos XVIII e XIX do Estado de São Paulo.

Principais Atrações

Casario Colonial: esse passeio histórico oferece visita às construções dos séculos XVIII e XIX. É possível visitar a casa onde morou Oswaldo Cruz.  

Cachoeira Grande: localizada no km 22 da estrada para Lagoinha, essa queda de 40 m de altura termina no Rio Faxinal. Há uma piscina natural rasa ideal para banho.

Parque Estadual da Serra do Mar: área de reserva da Mata Atlântica tem como atração 17 lindas cachoeiras e trilhas como a da Pirapitinga. Para chegar ao Parque, entre no km 78 da SP-125. É recomendável agendar a visita.

Rafting no Rio Paraibuna: são cerca de seis horas de descida pelo Rio Paraibuna. A aventura começa no Parque Estadual da Serra do Mar (núcleo Santa Virgínia) e termina só depois de 18 km entre corredeiras nível II e III. A idade mínima para prática dessa atividade é 12 anos.

Trilha do Piratininga: esse passeio de 5,6 km margeia o Rio Paraibuna. Durante o percurso passa-se pela Cachoeira das Andorinhas, ótima para refrescar-se, e pelo Salto Grande, um cânion de 10 m de altura. A caminhada dura, em média, três horas e meia.

Trilha do Poço do Pito: caminhada de cinco horas em meio à Mata Atlântica. Quedas d água, poços naturais e escorregas são as atrações desse passeio.

veja também