Secretaria dos Transportes prevê 1,4 milhão de veículos nas estradas paulistas durante o feriado do dia do Trabalho

Secretaria dos Transportes prevê 1,4 milhão de veículos nas estradas paulistas durante o feriado do dia do Trabalho

Atualizado: Terça-feira, 28 Abril de 2009 as 12

DER, Polícia Rodoviária Estadual, Dersa e concessionárias se mobilizam durante o feriado de dia do Trabalho para atender melhor usuários

Cerca de 1,4 milhão de carros irão circular pelas estradas do interior e litoral do Estado nos quatro dias de Operação Dia do Trabalho, um movimento inferior aos outros dois feriados que aconteceram em abril, quando as estimativas chegaram a 1,6 milhão de veículos. A proximidade de vários feriados em seguida é a principal razão para essa queda. Mesmo assim, um esquema que conta com mais de 5 mil homens, além de equipamentos como telefones para pronto atendimento, viaturas, radares, estará pronto para garantir segurança e conforto aos usuários dos 22 mil km rodovias estaduais de São Paulo nesse feriado do dia do Trabalho.

Os horários de maior pico de tráfego devem acontecer das 14h às 23h da quinta, 30 de abril, e das 8h às 14h da sexta, 1 de maio. Na volta, o tráfego mais intenso deve ocorrer das 15h às 24h do domingo, 03 de maio.   

Para ajudar os usuários, a operação vai contar com o efetivo de mais de 1.000 profissionais do DER, Dersa e das concessionárias, em todo o Estado, além de um contingente administrativo e operacional do Polícia Rodoviária Estadual, com quatro mil policiais, com a presença de  80% do efetivo nos horários de maior tráfego.

Entre viaturas de inspeção, guinchos, ambulâncias, veículos de apoio e motos para socorro, a estrutura do DER soma 287 unidades.  Os policiais rodoviários empregarão cerca de mil viaturas (carros e motos), aeronaves, 82 bafômetros, 62 radares móveis para a fiscalização de velocidade, binóculos para a fiscalização de infrações em movimento, principalmente de motociclistas.

Como em outras operações especiais, e com o objetivo de reduzir o número de acidentes e de vítimas, os policiais dispensarão atenção especial à fiscalização do consumo de bebidas alcoólicas (ou de substâncias de efeitos análogos) nas Operações Direção Segura (ODS) promovidas por toda a Polícia Militar do Estado de São Paulo, nas fiscalizações de rotina e nos atendimentos de eventuais acidentes de trânsito.

A Polícia alerta que o motorista flagrado dirigindo sob a influência de álcool será penalizado com multa de R$ 957,70, retenção do veículo e suspensão do direito de dirigir por doze meses, além de responder criminalmente pela sua conduta, dependendo das circunstâncias, com pena de detenção de seis meses a três anos.

As 14 divisões regionais do DER manterão equipes disponíveis para socorro em situações de emergência, tais como deslizamentos, alagamentos e inundações.

Todas as obras serão suspensas nos períodos de maior tráfego. As concessionárias trabalharão também com operações especiais.

"Os últimos dois feriados, Tiradentes e Semana Santa, tivemos ótimos resultados com a diminuição dos índices de acidentes. Esperamos, com o empenho de motorista e do nosso pessoal, que esses resultados continuem", lembra o secretário de Estado dos Transportes, Mauro Arce.

Como toda época de grande movimento nas estradas, o DER irá fazer uma campanha educativa. Dessa vez, o DER continuará a campanha iniciada na Semana Santa sobre questões ambientais, distribuindo  panfletos sobre o que fazer com o lixo, a importância da manutenção veicular e como a poluição afeta nossa saúde.   

Haverá também readequação de radares portáteis em trechos que apresentam maior incidência de acidentes. Dezenas de radares móveis estarão nas estradas. Para o carro que estiver em situação irregular, existem 55 pátios de recolhimento em todo o Estado.

Trânsito nas estradas

A fluidez no trânsito será garantida por operações específicas dos diversos órgãos envolvidos. No caso da Polícia Rodoviária Estadual, a fiscalização priorizará as infrações dinâmicas, ou seja, aquelas cometidas em movimento, tais como a uso indevido do acostamento, a ultrapassagem em locais proibidos pela sinalização, que,além de gerar risco de acidentes, prejudicam a fluidez do tráfego. Além disso, as concessionárias, se necessário, irão usar o sistema "papa-fila" com funcionários adiantando o pagamento dos pedágios, onde há muitas filas.

Além desse cuidado, várias outras medidas estão sendo tomadas para facilitar o trânsito.

No litoral

No Sistema Anchieta-Imigrantes, que deve receber 290 mil veículos, a Ecovias implantará a operação descida (7x3) das 15h da quinta, 30 de abril, até as 12h da sexta-feira, 1 de maio e no sábado, dia 2, das 8h às 11h. Nesta operação os motoristas poderão utilizar a nova pista da Rodovia dos Imigrantes e as duas pistas da Via Anchieta para a descida da serra. A nova pista da Imigrantes e a pista norte da Via Anchieta estarão liberadas somente para veículos de passeio. Na tarde da sexta, o sistema funcionará normalmente no esquema 5x5.

Para a volta do feriado será implantada a operação subida (2x8) a partir das 15h às 24h do sábado, 2 de maio, e das 15h do domingo, dia 3, até a 1h da segunda, dia 4. O motorista que sai da Baixada Santista em direção à capital poderá utilizar as pistas norte e sul da Rodovia dos Imigrantes ou a pista norte da Anchieta. É importante destacar que os horários de início e término das operações especiais podem sofrer alterações de acordo com o volume de tráfego.

Na SP 099 - Estrada dos Tamoios, no trecho de serra com início no km 64, será implantada, se necessária, uma faixa suplementar para a descida, através de canalização por cones. Nos pontos de estreitamento das pontes do km 18 (Jambeiro) e km 28 (Paraibuna) no planalto, será realizada a operação "PARE E SIGA" se houver lentidão nas aproximações. O tráfego de caminhões está proibido no sentido Sul, na quinta-feira, 30 de abril, das 18h às 24h, na sexta, 1 de maio, e no sábado, dia 2, das 8h às 12h. No sentido Norte, a restrição ocorre no domingo, dia 3, das 15h às 23h.

Na SP 055 - Rodovia Rio Santos, será feito um acesso alternativo à Riviera de São Lourenço através de Via Marginal e ampliada a fluidez do trânsito com uma terceira faixa.

Na SP 098 - Rodovia D. Paulo Loureiro (Mogi - Bertioga), os usuários serão informados quanto às condições e alternativas de tráfego através de um painel de mensagens.  Do km 80 ao km 77 na pista sentido norte, será liberado sempre que necessário o uso do acostamento. O tráfego de caminhões será suspenso no Sentido Sul da rodovia Mogi das Cruzes - Bertioga, do km 77 ao km 92, na sexta-feira, 1 de maio, das 08h00 às 12h. E no sentido Norte, do km 92 ao km 77, no domingo, dia 3, das 15h00 às 23h.

Balsas

Ao todo, cerca de 140 mil veículos devem utilizar as balsas do litoral paulista segunda a Dersa. Durante o feriado, sete embarcações estarão à disposição dos 123 mil veículos que deverão circular nos dois sentidos da travessia Santos/Guarujá. Em São Sebastião/Ilhabela, cinco balsas farão o transporte dos 13,6 mil veículos nos dois sentidos da ligação. Na travessia Guarujá/Bertioga duas balsas estarão operando para o transporte de cerca de 3,8 mil veículos. Já na travessia de Iguape/Juréia o movimento esperado é de mil veículos que serão transportados em duas embarcações. Em Cananéia/Ilha Comprida, a estimativa é de 1,3 mil veículos e duas embarcações. Em Cananéia/Continente a previsão de movimento é de 1,15 mil veículos que serão transportados em uma balsa.

Pelo interior

Com o objetivo de melhorar a distribuição do tráfego no sistema Anhanguera-Bandeirantes, a concessionária Autoban implantará a operação caminhão no domingo, 3 de maio, das 14h às 22h. Nesta operação os caminhões com destino à capital pela Rodovia dos Bandeirantes serão desviados para a via Anhangüera, no trecho do km 47 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, com saída no km 48 da Bandeirantes. Para ampliar a segurança, os caminhoneiros devem utilizar a faixa da direita.

Para melhorar o fluxo de veículos a concessionária ViaOeste suspenderá as obras em execução no Sistema Castello-Raposo que causam interferência no tráfego, como desvios e interdições de pista, a partir das 12h de quinta, 30 de abril, até às 12h de segunda, 4 de maio. Também será proibido o tráfego de caminhões na Castello Branco, sentido capital, no domingo, dia 3, das 14h às 23h.

Informações antes, durante e depois

Antes de sair de casa, os usuários têm à disposição o atendimento pelo telefone de várias estradas e balsas, onde é possível verificar as questões de trânsito nas estradas e horários no caso de balsa. Esses números também podem ser usados pelo motorista que passar por algum problema durante a viagem.  Nos sites da Secretaria de Estado dos Transportes (http://www.transportes.sp.gov.br ) e do DER (http://www.der.sp.gov.br ), é possível também verificar como está o trânsito em várias estradas em tempo real graças às 28 câmeras espalhadas pelo Estado que estarão transmitindo imagens online. No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, as condições de tráfego podem ser obtidas on line, em tempo real, no site www.grupoccr.com.br/autoban . No Sistema Castello-Raposo, o serviço online pode ser acessado no site www.viaoeste.com.br. E a Dersa, oferece informações sobre as balsas no site http://www.dersa.sp.gov.br/travessias/default.asp .

Dicas

Além de saber sobre o trânsito, é interessante se preparar adequadamente para viagem, veja alguns passos que você pode tomar:

Faça uma breve revisão no seu automóvel, verificando freios, amortecedores, luzes, óleo, pneus e equipamentos obrigatórios;

Evite o transporte de animais no interior do veículo;

Faça uma estimativa de custo da viagem (combustível, pedágios, alimentação, entre outros) e reserve também para emergências;

Use roupas confortáveis que não prejudiquem os movimentos;

Verifique se as documentações do veículo e do condutor estão em ordem;

O respeito à proibição da ingestão de bebidas alcoólicas ou de outras substâncias que alterem a capacidade de direção do veículo;

A rigorosa observância das normas e da sinalização de trânsito, especialmente quanto aos limites de velocidade e às ultrapassagens em locais proibidos;

Não inicie ou prossiga a viagem cansados ou com sono;

 A utilização dos faróis baixos acesos também durante o dia nas rodovias, prática que promove maior visibilidade aos veículos.

Estimativas por estradas

Veja a estimativa em algumas das principais rodovias do Estado, nos seus principais trechos

No litoral

Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP-055 - trecho São Paulo - Itanhaém) - 177 mil veículos

Rodovia Rio Santos (SP-055 - trecho São Paulo Riviera) - 90 mil veículos

Rodovia Mogi-Bertioga (SP-098) - 51 mil veículos

Rodovia dos Tamoios (SP-99) - 76 mil veículos

Rodovia Osvaldo Cruz (SP-125) -  25 mil veículos

Sistema Anchieta-Imigrantes (SP-150 e SP-160)  - 290 mil veículos

No interior

Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123) - 65 mil veículos

Sistema Anhanguera-Bandeirantes  (SP- 330 e 348) - 520 mil veículos

Rodovia Ayrton Senna (SP-070)  - 130  mil veículos.

Sistema Castello Branco - Raposo Tavares (SP-280 e 270) - 400 mil veículos.

Rodovia Santos Dumont (SP-075) - 109,6  mil veículos.

SP-300  - 54 mil veículos.

SP-127 -  24 mil veículos

ARTESP 0800.727.83.77

DER 08000.55.55.10

POLÍCIA RODOVIÁRIA (11) 3327-2727

BALSAS 0800.773.37.11

BALSAS (HORA MARCADA) (13) 3358-2277

3358-2743

AUTOBAN 0800.055.55.50

AUTOVIAS 0800.707.9000

CENTROVIAS 0800.17.89.98

COLINAS 0800.703.5080

ECOVIAS 0800.19.78.78

INTERVIAS 0800.707.1414

RENOVIAS 0800.55.96.96

SPVIAS 0800.703.5030

TEBE 0800.55.11.67

TRIÂNGULO DO SOL 0800.701.1609

VIANORTE 0800.701.3070

VIAOESTE 0800.701.5555

veja também