Segunda edição do Proagência será um dos destaques da Abav 2009

Segunda edição do Proagência será um dos destaques da Abav 2009

Atualizado: Quarta-feira, 21 Outubro de 2009 as 12

O setor de turismo tem seu mais importante encontro dos últimos anos a partir desta quarta-feira (21) no Rio de Janeiro. Ainda sob o impacto da recente vitória na disputa internacional para sediar a Olimpíada 2016, a cidade maravilhosa vai receber o 37º Congresso da Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV 2009), junto a mais uma edição da Feira das Américas, no período de 21 a 23 de outubro, no Riocentro. Vinte e sete mil profissionais da cadeia produtiva do turismo são aguardados pela entidade e instituições parceiras no evento.

A segunda edição do Programa de Desenvolvimento Setorial em Agenciamento e Operações Turísticas (Proagência II), fruto de parceria entre Sebrae Nacional e Abav, será um dos destaques do evento por estar voltado às pequenas agências e à melhoria da sua competitividade no mercado, por meio da adesão às centrais de negócios. Copa do Mundo 2014 e Olimpíada 2016 serão extraordinárias oportunidades para o turismo receptivo, especialmente, e esse programa será uma das principais ferramentas de apoio ao segmento no País.

O Proagência II será debatido no painel da plenária do Congresso Abav 2009, cujo tema será ''Oportunidades de Negócios para Agências de Viagens'', a ser promovido na sexta-feira (23), às 11h30. Serão palestrantes: Áureo de Oliveira, consultor e motivador; Juarez Cintra Pereira Neto, Miguel Quintas e Juarez Barroso.

O programa do Sebrae e da Abav contará com estande próprio na Feira das Américas, onde serão realizadas palestras voltadas à atualização e capacitação de empresários e profissionais de turismo no que diz respeito às novas tendências e expectativas do mercado. As inscrições para as atividades serão gratuitas e poderão ser feitas no próprio estande do Proagência II, junto à saída do Pavilhão 4 do Riocentro. A Feira das Américas ocorrerá das 14h às 19h30.

Turismo receptivo

Os cursos de Educação à Distância (EAD) do Proagência II estão sendo muito procurados por empresários e profissionais de agencias de viagem do País. Em setembro, por exemplo, o programa abriu 60 vagas para três cursos e o portal Abav recebeu mais de 650 inscrições, durante os quatro dias em que o cadastro esteve disponível, gerando ''overbooking'' (inscrições em maior número que a oferta de vagas). Os temas dos cursos eram: ''Desenvolvendo o Turismo Receptivo''; ''Gestão de Pessoas em Agenciamento e Operações Turísticas'' e ''De Agente a Consultor de Viagens''.

''Essa demanda demonstra que o setor de turismo receptivo está realmente empenhado em se aprimorar. Certamente já é um reflexo da preocupação e do bom ânimo do segmento com relação à Copa do Mundo 2014 e à Olimpíada 2016'', avalia Dival Schmidt, coordenador nacional da carteira de projetos de turismo do Sebrae Nacional.

?É fundamental que o agente de viagens entenda a necessidade de se capacitar cada vez mais para o mercado turístico, para que haja maior integração do profissional com o público e as demandas do setor?, avalia o presidente da Abav Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, o Kaká.

O preenchimento das vagas dos três cursos de EAD do Proagência II foi definido pela ordem de credenciamento e com o critério de aceitar apenas um profissional por cada agência de viagem. Metade das vagas foi reservada aos associados da Abav.

Os cursos são gratuitos e tiveram início no dia 5 de outubro, com duração de duas semanas, através da modalidade de E-Learning, onde aluno aprende e se comunica com o professor a distância e todo o processo de aprendizagem é disponibilizado via internet.

Até maio de 2011, Sebrae Nacional e Abav, vão abrir vagas para até trinta turmas em seis cursos de EAD do Proagência II, incluindo mais três temas: ''Gestão de Empresas de Agenciamento e Operações Turísticas'', ''Negociando adequadamente a oferta turística'' e ''Vendendo produtos e serviços consolidados''. Em breve, as inscrições estarão abertas no portal Abav ( www.abav.com.br ). 

Início dos preparativos

A realização da Abav 2009 já estava agendada, desde o ano passado, como ocorre todos os anos, quando ainda não se sabia que o Brasil seria sede de dois megaeventos esportivos mundiais, com intervalo de apenas dois anos entre eles: a Copa do Mundo de Futebol 2014 e Olimpíada 2016.

O 37º Congresso da Abav e a Feira das Américas vão refletir esse fato e deverão permanecer na história do turismo brasileiro como o marco do início dos preparativos do País para sediar os dois megaeventos. Entre os principais desafios, tanto para o governo como para as empresas e empreendimentos integrantes da cadeia produtiva do turismo, figuram a melhoria da infraestrutura aérea, rodoviária e portuária e do turismo receptivo nacional.

Centenas de empresas brasileiras e internacionais relacionadas ao turismo vão participar da Feira das Américas, entre operadoras, companhias aéreas nacionais e estrangeiras, locadoras de automóveis e seguradoras, entre outros. Este ano a feira deverá ocupar mais de 50 mil m² dos cinco pavilhões do Riocentro, de acordo com os organizadores.

A Feira das Américas é o maior encontro profissional do setor de turismo na América Latina e é considerada fundamental para alavancar negócios e consolidar marcas das empresas expositoras, segundo Carlos Alberto Amorim Ferreira, presidente da Abav Nacional.

A participação de grandes veículos de comunicação e publicações dedicadas ao setor de turismo na Abav 2009 indica que o evento cresceu em importância, visibilidade e sucesso. Mais de 700 jornalistas brasileiros e estrangeiros são aguardados no evento (número de profissionais de imprensa registrados na Abav 2008). ''O papel da imprensa e dos meios de comunicação na alavancagem do turismo é fundamental'', ressalta Ferreira.

Economia da Experiência

Outro destaque, referente à participação do Sebrae na Abav 2009, será o estande do Projeto Economia da Experiência (PEE), onde será lançada sua identidade visual e estratégia coletiva de comercialização dos empreendimentos selecionados nos destinos já contemplados: Bahia (Porto Seguro e Arraial da Ajuda); Mato Grosso do Sul (Bonito); Pará (Belém); e Rio de Janeiro (Petrópolis). O evento será nesta quarta-feira (21), às 15 horas.

Esse projeto é resultado de parceria entre o Sebrae e o Ministério do Turismo (Mtur), e sua gestão fica sob a responsabilidade do Instituto Marca Brasil e unidades estaduais do Sistema Sebrae. O PEE objetiva ampliar a aplicação da metodologia desenvolvida na Região da Uva e Vinho da Serra Gaúcha, em 2005, focada na tendência do mercado de turismo que busca proporcionar experiências memoráveis, originais e únicas aos turistas.

Os conceitos inovadores da ''Sociedade dos Sonhos'' e ''Economia da Experiência'' norteiam o PEE. Diversificação da oferta turística, ampliação do consumo e satisfação dos visitantes integram as metas do PEE, como também o aumento da geração de emprego e renda nas regiões em que estiver sendo implantado. Mais informações sobre essa iniciativa do Sebrae e Mtur estão no blog projetoee.blogspot.com

Rede de Cooperação para Roteirização

Lançamentos e relançamento dos dez destinos participantes da Rede de Cooperação para Roteirização estão programados para ocorrer no estande dessa iniciativa, fruto da parceria do Sebrae Nacional e Mtur. O foco da Rede de Cooperação para Roteirização é o desenvolvimento de oportunidades de negócios e a agregação de valor aos destinos estruturados em roteiros no País.

O objetivo da Rede é desenvolver e acessar mercados, de acordo com Dival Schmidt, coordenador nacional da carteira de projetos de turismo do Sebrae Nacional. ?Essa iniciativa é uma das mais eficientes ferramentas de desenvolvimento de produtos para contribuir com a diversificação da oferta turística no Brasil, além de propiciar a integração entre regiões e mesmo a integração intrarregional?, explica Dival.

Os produtos que estarão no estande da Rede de Cooperação para Roteirização serão: ''Roteiro Integrado da Civilização do Açúcar'' (AL/PB/PE); ''Rota das Emoções'' (CE/PI/MA); ''Rota 174'' (AM/RR); ''Vale do Acre - Caminhos de Chico Mendes'' (AC); ''Travessia do Pantanal'' (MT/MS); ''De Brasília à Chapada dos Veadeiros'' (DF/GO); ''Roteiro Integrado do Sudeste'' (SP/RJ/ES/MG); ''Caminho Velho da Estrada Real'' (MG/RJ); ''Aparados da Serra'' (SC/RS); ''Iguassu-Missiones'' (PR/RS/Paraguai/Argentina).

veja também