Semana da acessibilidade

Semana da acessibilidade

Atualizado: Sexta-feira, 26 Agosto de 2011 as 8:49

O Centro Cultural Banco do Brasil   preparou uma programação especial sobre Acessibilidade, um tema importante que vem sendo cada vez mais abordado em diversos âmbitos, como educacional, saúde, empresarial e cultural. Acima de tudo,

Acessibilidade é uma questão de cidadania e interessa a todos nós. Por isso, entre 23 e 28 de agosto, serão realizadas atividades acessíveis em música, contação de história, laboratórios de ações criativas, visitas mediadas, entre outros, na sede do CCBB, no Centro de São Paulo. Todas as atividades são gratuitas .

O Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo fica localiza do na Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – SP. O Deficiente poderá chegar por vários meios que são:

§   Metro: Acesso pelas estações Sé e São Bento.

§   Carro: O CCBB conta com um estacionamento Conveniado: Estapar Estacionamentos – Rua da Consolação, 228 – Edifício Zarvos (R$ 10,00 pelo período de 5 horas. Necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB).

§   Transporte gratuito: Van faz o transporte gratuito até as proximidades do CCBB – embarque e desembarque na Rua da Consolação, 228 e na Rua XV de Novembro, esquina com a Rua da Quitanda, a vinte metros da entrada do CCBB. Informações podem ser adquiridas pelo telefone  (11) 3113-3651 / 3113-3652 nos horários de terça a domingo, das 10h às 20h.

Programação completa Vivências Musicais   – Terça, sábado e domingo às 13h (acessível também para cegos e cadeirantes) Local: 1° andar. Faixa etária: a partir de 6 anos.

Será que os sons conseguem despertar lembranças? E as músicas? Através de jogos musicais, proporemos um diálogo entre memória, música e sensações.

Visita Multissensorial   – De terça a domingo às 16h (acessível para cegos e cadeirantes) Local: início no térreo. Faixa etária: a partir de 6 anos. 10 vagas

Visita mediada à exposição “Oneness” da artista contemporânea japonesa Mariko Mori. De caráter participativo, a visita explora os diversos sentidos, além da visão.. Laboratório de Ações Criativas   – de quarta a sexta às 15h Local: 1° andar

Fazer e brincar (acessível também para surdos e cadeirantes)

Quais foram os brinquedos que fizeram parte da sua infância? De onde eles vieram? Para descobrir mais sobre brinquedos e brincadeiras que fazem parte da nossa cultura, o Laboratório de Ações Criativas convida você e sua família a fazer e brincar.

Classificação indicativa: a partir de 5 anos. 15 vagas.

Resignificando Objetos   (acessível também para surdos e cadeirantes) Qual é a utilidade dos objetos que usamos todo dia? Uma vassoura é apenas uma vassoura? Ou quem sabe também poderia ser um microfone, a cauda de uma ave, ou até mesmo uma espada! Nós é quem damos significados aos objetos.

Que tal descobrirmos seus outros significados?

Classificação indicativa: a partir 5 anos. 15 vagas.

Desvendando A Arquitetura   (acessível também para cegos e cadeirantes) Neste laboratório, iremos reconhecer a arquitetura do CCBB, modelando detalhes do edifício a partir de sua descrição.

Classificação indicativa: a partir 5 anos. 10 vagas.

Visita Sensorial   – Quinta e sexta-feira às 13h e domingo às 15h – (acessível também para cegos e cadeirantes) Local: início no térreo.

Classificação indicativa: a partir de 10 anos. 10 vagas.

Visita inclusiva para deficientes visuais e para o público em geral, que será convidado a utilizar vendas nos olhos durante o percurso. Venha conhecer o prédio do CCBB, sua história, os estilos arquitetônicos e sua relação com a cidade de São Paulo a partir da experimentação do espaço e de outras propostas lúdicas. Duração média de 1h. Em Cantos e Contos em LIBRAS   – De quinta a domingo às 14h – (acessível também para surdos e cadeirantes) Local: 1° andar.

Classificação indicativa: a partir de 5 anos. 20 vagas

Contação inclusiva para pessoas surdas e ouvintes, feita em Língua de Sinais e narrada em português. Neste mês traremos a história de Narciso, filho do deus-rio Cephisus e da ninfa Liríope, um jovem de extrema beleza que se apaixonou pela sua própria imagem refletida nas águas.

Visita mediada em LIBRAS   – Sábado às 13h – (acessível também para surdos) Local: início no térreo.

Classificação indicativa: a partir de 5 anos. 15 vagas

Visita mediada à exposição “Oneness” para surdos ou ouvintes fluentes em Libras. Duração média de 1h. Palestra Fernanda Wendy – Inclusão no Mercado de Trabalho   – (acessível também para surdos, cadeirantes e cegos) Quarta-feira, dia 24, das 17h30 às 19h30

Local: Auditório – 40 vagas com inscrição   pelo telefone 3113-3649.

Pedagoga, pós-graduanda em LIBRAS e Educação para Surdos, intérprete e instrutora de LIBRAS, com proficiência reconhecida pelo MEC, a palestrante atua na Universidade São Judas Tadeu. Compõe a equipe técnica do Programa Inclusão Eficiente, da Secretaria Municipal do Desenvolvimento e Trabalho atuando nas questões de empregabilidade de pessoas com deficiência. Há mais de 15 anos está envolvida nas questões de pessoas com deficiência auditiva. É filha de pais surdos, e por este motivo tem também LIBRAS como língua materna.

Palestra Viviane Sarraf – Acessibilidade em Instituições Culturais   – (acessível também para surdos, cadeirantes e cegos) Quinta-feira, dia 25 das 17h30 às 19h30

Local: Auditório – 40 vagas com inscrição pelo telefone 3113 3649.

Possui Licenciatura em Educação Artística pela FAAP, especialização em Museologia no MAE-USP (2004), mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da USP e doutoranda no Programa de Comunicação e Semiótica da PUC-SP. Tem publicações na área de acessibilidade cultural, trabalha com cursos, consultoria e projetos em parceria com diversas instituições. Tem experiência na área de Museologia e Cultura, com ênfase em acessibilidade para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida e recebeu prêmios e títulos nacionais e internacionais.

Práticas e Reflexões com Educadores com Valquíria Prates – Acessibilidade, Arte Contemporânea e Participação   – (acessível também para surdos, cadeirantes e cegos) Sábado, dia 27 das 10h às 12h

Local: cinema. 70 vagas com inscrição pelo telefone 3113 3649.

Valquíria Prates é educadora, escritora, mestre em Educação e doutoranda na área de Ação Cultural e Mediação na ECA-USP. A palestrante realiza exposições, curadorias educativas e publicações sobre arte contemporânea para o público infanto-juvenil e atuou na Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência.

Visita Teatralizada com tradução em LIBRAS   – Sábado às 15h – (acessível também para surdos e cadeirantes)

Imagine reviver a época na qual o prédio, que hoje abriga o CCBB, sediou a primeira agência do Banco do Brasil em São Paulo, na década de 20. A história do prédio, construído em 1901 e reformado pelo engenheiro-arquiteto Hippolyto Gustavo Pujol Junior será contada e cantada por atores e músicos, que, vestidos a caráter, serão os mestres de cerimônias desta visita. Duração média de 40 minutos.

Classificação indicativa: a partir de 5 anos

Para requisitar visita em Libras fora dos horários divulgados, favor agendar pelo telefone 3113-3649. Sujeito à disponibilidade de educadores- intérpretes.  

veja também