Setur-MG divulga atrativos de ecoturismo e turismo de aventura em evento no ES

Setur-MG divulga atrativos de ecoturismo e turismo de aventura em evento no ES

Atualizado: Quarta-feira, 18 Novembro de 2009 as 12

A Setur-MG (Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais ) participa do 7º Conecotur (Congresso Nacional de Ecoturismo) e 3º Encontro Interdisciplinar de Ecoturismo em Unidade de Conservação, que serão realizados simultaneamente entre a próxima terça-feira e domingo, em Araracruz (ES). A iniciativa tem como objetivo incentivar a comercialização do turismo de aventura e do ecoturismo no Estado.

Convidado pela organização do evento para participar de um painel de discussão, o analista de turismo da Diretoria de Planejamento e Avaliação da Setur, Marcel Vasconcellos, vai expor temas relacionados às experiências de projetos sócio-ambientais da Secretaria, tais como Enduro Escola, Trilha Real e Vivências de Minas. Em um estande expositivo, a Setur divulga as riquezas do Estado com materiais promocionais voltados à prática do ecoturismo.

Ecoturismo

De acordo com pesquisa realizada pela Abeta (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), este segmento faturou R$ 490 milhões em 2008 no Brasil. Em Minas Gerais, as potencialidades do turismo de natureza e de aventura são representadas pela biodiversidade presente na Mata Atlântica, Cerrado, Caatinga, Serras e Grutas.

Conecotur

Durante o Conecotur, instituições acadêmicas e políticas do terceiro setor se reúnem para promover boas práticas de mínimo impacto em regiões que oferecem o ecoturismo. Organizado pelo Instituto Capixaba de Ecoturismo, o evento - maior do segmento no País - também oferece rodada de negócios, conhecimento técnico e movimenta informações acerca do tema ecoturismo, com o objetivo de promover a discussão entre setores com representatividade nacional e propor diretrizes para pesquisas e práticas do ecoturismo. Estarão presentes operadoras de turismo de aventura e natureza, profissionais do trade turístico de todo o mundo, imprensa especializada, ONG?s e autoridades.

veja também