St. Barthélemy e Anguilla. O quitute caribenho dos muito ricos

St. Barthélemy e Anguilla. O quitute caribenho dos muito ricos

Atualizado: Segunda-feira, 18 Abril de 2011 as 9:33

Saint-Barthélemy   também conhecida como   St. Barths , é uma pequena ilha de 24 km² e faz parte das Índias Ocidentais Francesas. É ainda  uma colonia francesa ultra-marina.

O legado da dominação sueca, findo a 1785, influênciou sua arquitetura. As características e elementos nórdicos na simetria e materiais de construção, além dos característicos telhados, se observam por toda a ilha.

São 14 praias de areia finíssima e mar azul turquesa distribuídas ao longo da pequena ilha, que assim como Noronha, jamais lotam demasiadamente. A melhor maneira de passear e imergir em todo este universo é alugar um carro.

O que impede que St. Barths lote de pessoas não é nenhuma taxa ecológica, díficil acesso ou alguns furacões e sim os preços exorbitantes e por vezes proibitivos da ilha. Não se engane,   St Barths   é um dos locais mais caros e exclusivos do mundo e não oferece opções low-cost de hospedagem & diversão como albergues ou vinhos regionais de 1 Euro.

A melhor época do ano para ir a St. Barths é de Outubro a Maio, quando europeus e americanos buscam fugir do inverno. A cena mesmo se intensifica do final do ano / reveillon a Março, quando os poderosos invadem a cena. Nos meses de outubro e novembro, acontece a temporada de furacões, é importante estar atento a este fato.   Melhores Praias de St. Barths

Gouverneur ,   Grand Cul de Sac ,   Colombier   e   Petite Anse , são as praias mais baladadas, bonitas e favoritas dos que passam por ali.

Gouverneur   pequena e pouco freqüentada, não tem nenhum tipo de barraquinhas ou serviço às areias. A única opção por vezes é um Iate Diamond A, de uma familia abastada texana, que, em seu apíce-mór de altruísmo, para alegria dos turistas, abre sua loja derivante, vendendo indispensáveis produtos como protetor solar, petiscarias, revistas da moda e drinques. Um mini barquinho faz o trajeto da areia ao iate para aquelas que não querem molhar seus longos caftans de seda pura ou desmanchar a "maquilagem" .

Grand Cul de Sac , rodeada por uma baía de recifes coralinos, é uma lagoa azul de águas mornas e transparentes. St. Barth possui uma rica coleção de corais, com 51 espécies pertencentes a 31 gêneros diferentes. Idílio deslumbrante. Invejem mesmo os brasileiros, o azul do mar cintila como o neon mais intenso de que qualquer letreiro jamais visto.

Ali, cerca de 200 espécies de moluscos habitam a reserva natural e identificam-se mais de 183 espécies de peixes nesse santuário marinho.

Praia de Colombier , uma das mais bonitas da região, é necessário estar em excelente forma física, já que o sobe-e-desce-morro exige algum esforço, outra opção é via mar, mas neste caso você deve ter o seu próprio barco. Leve sua água gasosa favorita e seu alimento, mas não esqueça, faça dessa farofa uma farofa chique.

Petite Anse , super minúscula, é o local ideal para fazer “snorkeling” devido a proximidade dos bancos de corais.

Gastronomia e Restaurantes em St. Barths

St. Barth   não é somente a ilha da fantasia para os que querem torrar seus cartões nas lojas Louis Vuitton ou na Bleu Marine, entre muitas outras sedutoras. É também baluarte gastronomico do Caribe perfeito para amantes da culinária francesa e e de toda culinária do possível se gastar muito.

O   Restaurante L’Indigo , interno do charmoso   Hotel & Spa Guanahani , o único da ilha que fica entre duas  praias, é uma excelente pedida para aqueles que querem começar o dia contemplando um delicioso   petit-dejeneur   e saboreando o incrível mar azul-turquesa. Aos almoços,   Chef Philippe Masseglia   ministra pratos suaves, partindo de lagostas grelhadas aos sushis. Boa pedida em dias cálidos é a   Salada Mozzarela di Buffala , aos seus tomates e azeitonas francesas. Básica e de sublime execução.

O   Le Gaiac , do   Hotel Le Toiny,   é considerada umas das melhores gastronomias francesas da ilha. Dirigida por   Stéphane Mazières , ali está o então famoso e disputadíssimo   “Sunday Brunch” . Correndo para saborear os famosos croissants com geléias do chef, ricos e famosos fazem a reserva com antecedência. Ao jantar, o   menu   oferece culinária francesa com acentos caribenhos. Experimente alguns frutos do mar fresquíssimos da ilha ou o   fettuccini com trufas negras e lascas de queijo parmiggiano . De sobremesa, a dica é   crepes suzettes flambées , preparadas na mesa e acompanhadas de   sorvetes caseiros , com sabores que vão de   champagne a frutas exóticas.

Outra opção é o íconico restaurante do   Hotel Carl Gustaf , o   Victoria’s . Orquestrado pelo super simpático e easy-talker   Emmanuel Motte , entre um pulo e outro à cozinha, explana sobre sua luta e dificuldades em receber produtos sempre frescos vindos de avião da França ou dos Estados Unidos que contemplem sua exigência.   Motte   propõe a culinária de fusão, mas como sabiamente ele bem diz, sem criar confusão. Nada de pratos que confundam cores e , texturas e seus sabores. Não perca  a nova versão dos   medalhões de lagostas perfumadas com condimentos Cajun   e folhas de espinafre . Se a palavra “perfumadas” criou uma certa confusão no seu paladar, o Linguado de Dover, acompanhado de camarões, mexilhões e cogumelos com creme de batatas e folhas de espinafre ao vapor é uma excelente pedida. O   Victoria’s   é um dos mais famosos e antigos restaurantes de   St. Barth , com uma adega de mais de 300 tipos diferentes de vinhos, “cognacs e champagnes” internacionais e uma vasta coleção de   runs envelhecidos.

Entrando na lista de ótimos restaurantes em hotéis, está o   Sand Bar do Hotel Eden Rock . O hotel é música para os ouvidos, com suas incríveis suítes, a destacar a   “Suite Rockstar ”, com vários quartos, piscina, salões e uma sala de música para compor canções. A mesa de som onde   John Lennon   criou a música Imagine, faz parte da decoração do quarto. O Sand Bar, com vista de cartão-postal para a   Praia de St. Jea n faz combinações perfeitas de frutos do mar em seus pratos e deliciosas sobremesas de tirar o fôlego.

Fechando nosso tour gastronômico, não saia da ilha sem comer no restaurante   La Route des Boucaniers , comandado pelo chefe-proprietário   Francis Delage . Localizado de frente para o lindo porto de Gustavia, Um melhores restaurantes típicos autênticos da ilha.   Chef Delage   é uma personalidade famosa no mundo da gastronomia, recebendo pello primeiro nome figuras como Jacques Chirac   e   Paco Rabanne . A culinária do restaurante é uma cozinha “créole”, servindo pratos como a lagosta local com vegetais e sorvetes feitos artesanalmente.

Vida Noturna em St. Barth

St. Barth oferece mais de 500 mansões que podem ser alugadas o ano inteiro, localizadas em Montjean ou no bairro chique Pointe Milou. É nessas mansões onde acontecem as festas mais prestigiosas, como na mansão do bilionário russo   Abrahmovich , dono do clube de futebol inglês Chelsea.

Durante a noite, o agito das celebridades fica por conta do   Ti St Barth , um local super divertido para jantar e depois todos dão aquela famosa esticadinha para o   Yacht Club.

Hotéis em St. Barth.

Para aqueles que não ficam hospedados nos iates ou nas mansões:

Hotel Guanahani & Spa Clarins

Localizado entre a praia   Anse Marechal   e   Grand Cul de Sac , esse é um dos hotéis mais privilegiados do mundo. São somente 68 suítes, alguns com vista para o mar e piscina particular e outros para o fantástico jardim. Construídas em forma de cabanas coloridas, todas as acomodações acabam de receber um “upgrade” a um custo de oito milhões de euros e o resultado foi fantástico. Uma nova escada foi construída no jardim para dar acesso direto das acomodações á praia.

Membro do   Leading Hotels of The World , o hotel é um oásis de paz onde o único barulho é do mar e oferece aos hóspedes serviços de primeiríssima qualidade. Mas as amenidades infinitas não terminam ai. Todos os cosméticos utilizados nas acomodações e no Spa são, obviamente, e não poderiam ser melhor, da casa francesa Clarins.

O Spa do hotel inclui oito salas de massagem e balneoterapia. Uma das mais pedidas está a   Anti-jet lag , que serve para hidratar a pele após longas horas de voo e prepará-la para os dias de sol.

veja também